Clio “brasileiro” ganha nova identidade

0
Postado 13 de novembro de 2012 por bisponeto em Automóveis
Ontem, segunda-feira (12 de novembro), a Renault apresentou oficialmente à imprensa especializada, a reestilização do Clio, mostrada recentemente no Salão do Automóvel de São Paulo. A Renault aproveitou o Salão para mostrar o novo Clio ao público brasileiro, mas somente agora faz o lançamento oficial do “hatch”. O Clio brasileiro é produzido na fábrica do grupo em Córdoba, na Argentina.

Disponível nas versões Authentique (2 ou 4 portas) e Expression (4 portas), o Novo Clio vai disputar um dos mais concorridos segmentos do mercado nacional: o de “hatchs” de entrada, responsável por cerca de 20% do volume total de automóveis de passeio comercializados no País. O Novo Clio chega ao mercado brasileiro com a identidade visual adotada pela Renault na Europa e em outros países do mundo.

A frente do carro, por exemplo, foi totalmente modificada, com adoção de novos faróis, pára-choques, capô e entradas de ar. Uma grade estreita liga um farol a outro e converge para o centro, onde está a logomarca da Renault. Abaixo, uma grande tomada de ar em formato trapezoidal dá um toque de agressividade ao modelo. Na traseira, foi incorporado um aerofólio com “brake-light”. As lanternas, no formato ligeiramente triangular têm as luzes com nova disposição. A tampa do porta-malas ganhou dois vincos horizontais, que partem das lanternas em direção ao centro, onde está o logo da Renault, com a inscrição “Clio” em letras estilizadas logo abaixo, posicionamento que também segue o padrão dos demais modelos da marca.

No interior, o quadro de instrumentos é novo, com marcadores de nível de combustível e temperatura do líquido de arrefecimento digitais, além do computador de bordo. O conta-giros tem grafismo moderno e com Eco-monitor (zona demarcada para indicar as zonas de rotação do motor de acordo com o nível de economia de combustível que ela proporciona). O conjunto tem iluminação na cor âmbar, e o volante, de três raios, possui a logomarca cromada da Renault ao centro (versão Expression).

Sob o capô do Novo Clio está o motor 1.0 16V Hi-Power. Comparando-se com o antigo Hi-Flex, o novo propulsor Hi-Power que equipa o Novo Clio anotou ganho de potência, tanto com etanol (E100), quanto com gasolina (E22). São 80 cv e 77 cv, respectivamente, a 5.750 rpm. O torque também melhorou. Agora são 10,1 kgfm, com gasolina, e 10,5 kgfm com etanol, a 4.250 rpm. Apesar de mais econômico, o Novo Clio registra números mais favoráveis de desempenho. Com etanol no tanque, o veículo faz de 0 a 100 km/h em 13,7 segundos e chega a 168 km/h de velocidade máxima. Com gasolina, a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 14,3 segundos e a velocidade final fica em 167 km/h.

A suspensão do Novo Clio continua primando pela robustez e perfeita adaptação às condições de rodagem das ruas e estradas brasileiras. Para isso, mantém a tradicional receita: tipo MacPherson, com amortecedores hidráulicos telescópicos e molas helicoidais (dianteira) e semi-independente, com molas helicoidais e amortecedores hidráulicos telescópicos verticais e barra estabilizadora (traseira).

Com rodas de 13 polegadas e pneus “verdes” na medida 175/70 R13 o Novo Clio chega às concessionárias. Os pneus “verdes” contribuem para a economia de combustível, pois são desenvolvidos para terem um menor atrito em relação ao solo, graças, principalmente, a não utilização da sílica na sua produção. Na versão Authentique o Clio traz de série computador de bordo com oito funções (combustível consumido, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, distância percorrida, velocidade média, entre outras), alarme sonoro de advertência de luzes acesas, conta-giros com Ecomonitor, relógio digital e “brake-light”. Opcionalmente, é possível acrescentar ar-condicionado.

E a versão Expression inclui limpador, lavador e desembaçador de vidro traseiro, ar quente, volante com o contorno central do logo cromado e botões do painel com acabamento cromado. Direção hidráulica e ar-condicionado são opcionais. Nas duas versões, é possível instalar, como acessórios, alarme, vidros e travas elétricos. O modelo pode vir equipado com sistema de som que reproduz CD e arquivos em MP3 e MWA, além de oferecer conexão via Bluetooth e entrada auxiliar USB.

Com três anos de garantia, o novo Renault Clio chega ao mercado por preços sugeridos  a partir de R$ 23.290. Esse é o valor da versão Authentique 1.0 16V Hi-Power com duas portas. A versão imediatamente superior do modelo, a Expression 1.0 16V Hi-Power, de quatro portas, sai por R$ 24.290. A “top” de linha, Expression 1.0 16V Hi-Power, também de quatro portas, sai por R$ 24.950.

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)