Ford cria GT500 Cobra de 860 cv

0
Postado 21 de agosto de 2012 por bisponeto em Automóveis
Em conjunto com a Ford Racing e a Shelby American, a Ford, entre outros amigos, acaba de anunciar o Shelby GT500 Cobra 2013, um modelo exclusivo de 860 cv de potência, que é um tributo a Carroll Shelby, o maior preparador de veículos da marca. O nome Cobra tornou-se um símbolo de performance e esportividade no mundo e marcou a criação de modelos lendários da família Mustang.

A Ford anunciou também que rebatizou o seu Centro de Desenvolvimento do Produto de Dearborn, em Detroit, com o nome do mais famoso piloto e preparador da marca, falecido aos 89 anos. Carroll Shelby também foi fundamental na década 60 na criação do GT40 e versões especiais do Mustang.

Usando como base um Shelby GT500 2013, os “Amigos de Carroll” criaram um Mustang Cobra exclusivo que gera mais de 860 cv com a ajuda de um supercharger Whipple de 4 litros da Ford Racing. Despejar toda essa potência na pista exige muita tração, por isso as rodas traseiras com bitola de 13 polegadas são calçadas com pneus 345 de alta performance. A Ford trabalhou em parceria com a Shelby American no desenvolvimento de vários componentes do veículo. A Shelby American forneceu o capô e o “kit” traseiro da carroceria, os freios Shelby Wilwood, as rodas traseiras de 20×13 polegadas e dianteiras de 20×10 polegadas.

Quanto a pintura na cor azul com faixas brancas homenageia os” roadsters” Cobra produzidos nos anos 1960. Durante mais de meio século, Carroll Shelby inspirou “designers” e engenheiros de toda a família Ford. Na juventude, Edsel Ford I trabalhou para Shelby fazendo uma série de serviços, como a limpeza de peças de transmissões.

Inúmeros engenheiros cruzaram caminhos com Shelby durante esses anos, desde os que construíram o GT40 original aos que trabalharam no Shelby GT500 2013. Até o final da vida, ele continuou comprometido em desenvolver grandes carros de performance. Aos 88 anos, passou mais de cinco horas dirigindo o Mustang de produção mais potente já fabricado, durante os testes de homologação nos campos de provas de Sebring e Arizona, em 2011.

Depois dos testes, Carroll ficou horas discutindo com os engenheiros sobre o que gostou e o que precisava ser melhorado no carro. “Ninguém que tenha trabalhado com Carroll vai esquecer isso”, disse Jim Farley vice-presidente de Vendas e Marketing, e John Luft, presidente da Shelby American, durante um evento nos Estados Unidos.. “Suas lições em dinâmica veicular serão passadas para as próximas gerações e continuarão a influenciar os carros de performance da Ford por muitos anos” concluiu Farley.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)