Nova tecnologia ajuda caminhoneiros a encontrar onde comer e parar caminhões

0
Postado 3 de abril de 2020 por bisponeto em Caminhões
A S.O.S Truck acaba de fechar parceria com a Raster, uma das maiores empresas de gestão de risco do Brasil, para oferecer aos caminhoneiros a mais completa base de dados sobre postos de serviços em operação, tanto no Brasil como na Argentina. São mais de mil postos cadastrados em todo o País e cerca de 950 estabelecimentos checados na Argentina.

A ideia é oferecer aos motoristas profissionais informações precisas e confiáveis sobre onde encontrar serviços de alimentação, banho, borracharia, mecânicas, autopeças e onde parar com segurança nos dois Países enquanto durar a pandemia Covid-19. A Raster dedicou equipe própria para checar, por meio de ligação telefônica, cada um dos postos e mapear, com alta confiabilidade, os serviços disponíveis.

A lista dos postos com os serviços é disponibilizada nos sites de ambas empresas, além disso os motoristas podem tirar dúvidas e pedir informações extras por meio do botão de whatsapp disponível no app S.O.S Truck, cujo download e utilização é inteiramente gratuito para os motoristas profissionais.

“Unimos esforços com a Raster, empresa de grande tradição e confiabilidade na prestação de serviços de gestão de riscos para o transporte rodoviário de carga em vista da emergência em oferecer aos caminhoneiros informações seguras e assertivas de onde encontrar postos em todo o Brasil e, também, na Argentina, onde há grande fluxo de caminhões por conta do abastecimento que não pode parar no Mercosul”, comenta Gus Tambasco, CEO da S.O.S Truck.

De acordo com Andrei Luiz Téo, Diretor Operacional e TI da Raster, faz parte da filosofia da empresa fazer parcerias com startups que possam agregar valor à atividade de transporte e logística. “Mantemos na Raster uma área voltada à inovação e buscamos parcerias que tragam, efetivamente, melhorias ao setor onde atuamos. Com essa parceria com a S.O.S Truck entendemos que poderemos ajudar muito os caminhoneiros neste momento crítico que passa todo o mundo por conta da Covid-19”.

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)