Novo Onix oferece muito mais pelo mesmo preço

0
Postado 17 de setembro de 2019 por bisponeto em Automóveis
No último dia 13 de setembro, a General Motors do Brasil apresentou para a imprensa especializada, em Porto Alegre (RS), o Novo Onix, que chega com novas tecnologias, inéditas no segmento. Na era digital, nenhum outro carro encanta tanto quanto o Onix. O compacto da Chevrolet logo se transformou no mais vendido por tornar acessíveis tecnologias antes restritas, entre elas sistemas avançados de conectividade e a transmissão automática de seis marchas. Agora é a vez do Novo Onix, que chega ainda mais tecnológico e com o melhor conjunto do segmento – sem cobrar mais por isso.

O Novo Onix Plus 1.0 Turbo 2020, LT Manual custa R$ 58.790 e o LTZ automático sai por R$ 70.990. E o Novo Onix Plus Premier 1.0 Turbo, que fica acima do LTZ e com pacote de tecnologia a mais, tem um pacote manual por R$ 73.190, e dois automáticos que custa R$ 76.190, preço oficial praticado nas revendas de Curitiba.

Maior e mais refinado, o Novo Onix traz para a categoria tecnologias capazes de se antecipar às necessidades do usuário. A começar pelo Wi-Fi nativo com sinal até 12 vezes mais estável. Sua conexão à internet de alta velocidade permite ainda atualizar sistemas do veículo de forma remota, igual já acontece com smartphones. Um novo aplicativo permite ao motorista consultar desde informações do computador de bordo até iniciar a climatização da cabine à distância. Motor turbo, assistente de estacionamento semiautônomo, acionamento da ignição por botão, sensor de ponto cego e nova geração do multimídia MyLink são outras novidades disponíveis para o Novo Onix e para o Novo Onix Plus, como passa a ser chamado o sedã.

Já airbags frontais, laterais e de cortina, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampa e limitador de velocidade passam a complementar a lista de itens de série. Estreiam junto dois motores de nova geração da família Ecotec, incluindo uma inédita opção turbo – a mais econômica da categoria. O Novo Onix Plus chega a partir de setembro, enquanto as entregadas do hatch se iniciam em novembro. Ambos contam com as opções de acabamento Onix, LT, LTZ e a inédita Premier, sinônimo de máxima sofisticação na gama Chevrolet. Seu caráter aspiracional agrega valor à marca atraindo um perfil de consumidor complementar.

Na pista, o Novo Onix caracteriza-se pelo o melhor balanço entre economia de combustível, performance e prazer ao dirigir numa proporção jamais alcançada em sua categoria. Isso se traduz em melhor comportamento dinâmico, conforto e segurança.

A concepção do Novo Onix envolveu um time global multidisciplinar de especialistas que agregou inteligência ao projeto e contou com as mais avançadas ferramentas de desenvolvimento da General Motors no Brasil e no mundo. Pesquisas e clínicas com clientes tiveram papel fundamental para aperfeiçoar o projeto. O resultado foi um veículo inovador em sua plenitude – do conceito ao processo fabril. Isso permitiu que a Chevrolet criasse um veículo que antecipasse tendências, fosse superior nos aspectos mais relevantes para o consumidor e ainda continuasse mais acessível que concorrentes.

Visual esportivo e sofisticado

O Novo Onix traz design completamente inédito e alinhado com a nova linguagem estética dos veículos globais da Chevrolet. É caracterizado por proporções marcantes e linhas atléticas que criam um visual contemporâneo, refinado e ao mesmo tempo dinâmico para a carroceria. Tanto o hatch quanto o sedã carregam consigo o DNA que permeou o design do Novo Onix, marcado pelo caráter esportivo e dinâmico ao mesmo tempo. Mas da coluna central para trás, cada um ganha personalidade própria, inclusive com dimensões distintas.

É perceptível que as medidas do Novo Onix estão maiores, principalmente na largura, distância entre-eixos e comprimento. No caso do sedã, esse incremento foi de 41 mm, 72 mm e 194 mm, respectivamente. Mas a impressão é que o modelo ficou bem mais comprido que seus 4.476 mm e mais largo que seus 1.746 mm. Na frente, aliás, destaca-se a nova grade ao estilo Dual-Port da Chevrolet, com a parte de baixo maior para otimizar a refrigeração do motor. A parte de cima, mais estreita, acompanha o contorno do conjunto óptico com a gravata dourada ao centro.

Na versão Premier os faróis contam com projetores para ressaltar o caráter premium do novo modelo topo de linha. Já as luzes de condução diurnas em “L” contornam a base do para-choque. O LED cria um belo efeito e ajuda a proporcionar uma aparência mais tecnológica. O para-choque traz elementos aerodinâmicos esculpidos na parte inferior, enquanto o capô é marcado por vincos que seguem pelo teto e se estendem até a tampa traseira. Os vincos também foram pensados para dar rigidez extra às chapas de metal.

Já o ângulo de inclinação do capô do Novo Onix garante maior proteção a pedestres em caso de impacto e contribui para reduz a resistência e o ruído do vento em altas velocidades. Na lateral, as linhas que integram todo o veículo destacam o aspecto de horizontalidade, enquanto as esculturas da carroceria realçam o dinamismo do carro até mesmo quando está parado. O friso cromado destaca a linha de cintura elevada e ao mesmo tempo agrega sofisticação à versão Premier, que traz rodas de 16 polegadas com desenho exclusivo.

Em relação a parte traseira, o Onix Plus diferencia-se pelas lanternas bipartidas que se estendem até a tampa do porta malas. “As lentes contam com detalhes 3D que dão um toque de primazia. Notem que um traço luminoso em LED cria um efeito especial que chamamos na Chevrolet de assinatura luminosa”, explica Dagoberto Tribia, chefe de design do Novo Onix. O novo formato da carroceria trouxe avanços adicionais, entre eles o melhor aproveitamento do compartimento de bagagem. As dobradiças foram deslocadas para as extremidades da tampa, permitindo a acomodação de objetos mais largos.

O hatch conta propositalmente com uma silhueta mais dinâmica. A porta traseira tem contorno exclusivo, a coluna “C” é mais larga, e o aerofólio, integrado. Atrás, as lanternas têm formato único e a assinatura luminosa em LED traz outro tema.

O para-choque caracteriza-se pelo desenho integrado com refletores verticalizados nas laterais. Outro elemento marcante é a moldura escura na parte inferior, onde fica a placa do veículo. Ela agrega harmonização ao conjunto.

Conectividade nível 4

O Onix sempre foi pioneiro em relação a conectividade em seu segmento. Foi o primeiro a ter multimídia (MyLink), popularizou os sistemas de projeção Android Auto e Apple Carplay, e até hoje é o único a oferecer sistema de telemática avançada (OnStar), que permite, entre outras funções, comandar funções do veículo pelo app. A partir de então, o Onix passa a ser o primeiro em sua categoria a oferecer Wi-Fi embarcado a bordo. Com isso, o usuário não precisa usar o plano de dados pessoal para acessar a internet.

No caso Onix, o sistema de internet de alta velocidade é nativo. Ou seja, faz parte da arquitetura eletrônica do veículo, permitindo atualizações remotas como já acontece com smartphones. Outra vantagem é que a antena amplificada do veículo proporciona intensidade de sinal até 12 vezes superior em deslocamentos, além do máximo nível de segurança cibernética proporcionado por um sistema genuinamente integrado ao veículo. Enquanto a concorrência atinge o nível dois de conectividade, o Novo Onix inaugura, com o Wi-Fi, o nível 4 – o mais avançado disponível no mercado.
O Wi-Fi da Chevrolet é uma parceria exclusiva com a Claro. Além dos 3 GB ou três meses de cortesia para experimentação, o cliente poderá adquirir futuramente planos de dados adicionais de 2 GB até 20 GB/mês. Outra novidade que estreia com o Novo Onix é o myChevrolet App. Ele permite maior interação entre o usuário e o veículo. Pelo aplicativo é possível consultar informações do computador de bordo, entre elas o nível de combustível, a vida útil do óleo, o hodômetro e a pressão individualizada dos pneus. Dá para consultar até se há informações de recall.
Pelo myChevrolet App o usuário tem acesso a diversas funcionalidades, como a que proporciona relatórios por viagem, por dia, semana ou mês quanto a forma de condução para quem deseja se aprimorar ao volante e dirigir de forma mais eficiente. Funções do veículo também podem ser comandados por smart watch. Esta tecnologia está disponível para o Novo Onix equipado com o sistema OnStar. Alertas e diagnósticos do veículo, notificações de manutenção para a concessionaria e relatórios de condução inteligente são gratuitos durante os 10 primeiros anos de uso do veículo, caso o cliente assim queira. Há ainda um pacote do OnStar com diversos serviços complementares, como:

  • Auxílio para resgate em caso de acidente;
  • Assistência para troca de pneus, veículo emergencial e reboque do Road Service;
  • Auxílio na recuperação veicular em caso de roubo e furto;
  • Serviços de emergências;
  • Somandos remotos.

Em relação a nova geração do multimídia MyLink, vale destacar que ele está mais responsivo aos comandos, traz maior velocidade de processamento, novo layout, resolução gráfica superior, possibilidade de customização e novas telas, entre elas a que permite exibir informações do sistema de áudio e do telefone ao mesmo tempo.
Outra novidade é a possibilidade de pareamento simultâneo de até dois celulares por Bluetooth. O multimídia é compatível com os sistemas Android Auto e Apple CarPay para projeção de aplicativos, incluindo os principais de trânsito online e os de troca de mensagens, como o Whatsapp. Para evitar distrações, há comando por voz.

O motor turbo mais econômico do país

Design atrativo com amplo espaço interno, tecnologias inovadoras de conectividade, comodidade e segurança além de motor econômico são os quesitos mais valorizados pelos clientes de carros compactos. Para elevar o patamar tecnológico do Onix sem mexer na relação custo-benefício foi estabelecido um programa de escala para diluir os custos de engenharia, manufatura e desenvolvimento de fornecedores. Isso foi viabilizado graças ao desenvolvido global. As especificações do produto, no entanto, foram customizadas para cada mercado.

Tanto que o Novo Onix no Brasil possui características mecânicas exclusivas para oferecer a melhor relação entre performance, eficiência energética e baixo custo de manutenção para o nosso tipo de combustível. A segunda geração do Onix chega como um motor inteiramente novo, de três cilindros, da família Ecotec. Chega em duas configurações: 1.0 aspirado (até 82 cv/10,6 kgfm) e 1.0 com turbo (até 116 cv/16,8 kgfm).

O motor Ecotec 1.0 Flex Turbo da Chevrolet conta com as mais modernas tecnologias disponíveis, como bloco de alumínio, cabeçote com duplo comando variável de válvulas, coletor de escape integrado, bomba de óleo de duplo estágio de pressão variável, além de diversos conceitos inovadores ou até mesmo inéditos na categoria:

– O volante do motor possui um sistema de dupla massa suspensa que absorve de forma mais eficiente as vibrações provenientes do motor para a transmissão;

– Correia dentada imersa em óleo de funcionamento mais silencioso que o sistema de correntes usado pela concorrência e igualmente livre de manutenção até 240 mil km;

– Optimização do virabrequim para que os pistões fiquem deslocados do centro dos cilindros para menor atrito da movimentação dos pistões.

Outro dos segredos da performance deste propulsor está no sistema avançado de gerenciamento eletrônico, que potencializa os resultados tanto na configuração manual como na automática, ambas de seis marchas. O Novo Onix Plus 1.0 Turbo Flex acelera de 0 a 100 km/h em até 9,7 segundos – número melhores aos que do Cobalt 1.8, por exemplo. Várias destas tecnologias também contribuem para o menor consumo de combustível e posicionam o novo Onix Plus como o modelo turbo mais econômico do mercado, de acordo com dados do Inmetro.

Com gasolina no tanque, o Novo Onix Plus com transmissão manual roda, em média, 17 km/l na estrada e 13,7 km/l na cidade. Os números com etanol são 12,2 km/l e 9,6 km/l, respectivamente. O modelo automático também é referência em economia.

Este novo conjunto mecânico foi projetado para ter maior durabilidade. Para isso, foram desenvolvidas diferentes soluções, como um tipo de injeção eletrônica com bicos aquecidos menos vulnerável a oscilações de qualidade do combustível.

A maior durabilidade reflete no menor custos das revisões fixas. Até 60 mil quilômetros, por exemplo, o valor está 8% menor em comparação com o modelo antecessor, enquanto que o tempo necessário para mão de obra caiu na ordem dos 16%. Além disso, o intervalo das revisões subiu de 5 mil para 10 mil quilômetros.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)