COLUNA RETA OPOSTA – Por Bispo Neto

0
Postado 22 de julho de 2019 por bisponeto em Automobilismo
Alfredinho Ibiapina é TOP 5 no Brasileiro de Kart

O Campeonato Brasileiro de Kart, maior competição da modalidade no país, teve as disputas finais da primeira fase no último sábado (20/7), no kartódromo Delci Damian, em Cascavel-PR. Com 36 concorrentes de várias regiões do Brasil, o piloto Alfredinho Ibiapina (Orcali) conquistou o 5º lugar no pódio da categoria Cadete em uma corrida eletrizante. Largando da 6ª posição do grid, Alfredinho Ibiapina era o 4º colocado na segunda passagem. Em disputas acirradas e aguardando a oportunidade de ultrapassagem, se manteve muito próximo do pelotão da frente. Na penúltima volta um concorrente à sua frente rodou fazendo o kart de Alfredinho Ibiapina sair da pista, perder uma posição e a chance de continuar na briga pelo título da categoria.

“Na minha categoria é normal o título ser definido nos últimos metros da corrida. Eu fiquei na cola dos primeiros colocados para tentar o bote no momento certo, mas infelizmente, o kart que rodou na minha frente atrapalhou tudo. Mesmo assim, estou muito contente por conseguir cruzar a linha de chegada e participar do pódio. Quem me acompanha sabe do sofrimento no Brasileiro do ano passado, quando disputava o 3º lugar e tive que abandonar a prova com pane elétrica no kart faltando quatro voltas para o final. Então, só tenho a agradecer muito a Deus, à minha equipe Jefferson Neves e Jonas Milan, aos meus pais, a Orcali e a todos que ficaram na torcida. O ano não acabou e temos chances de conquistar títulos importantes ainda”, comentou o piloto. (Foto: Eni Alves).

 

Pedro Aizza foi ao pódio na 1.ª fase do Brasileiro de Kart

Foram dias de bastante aprendizado para o piloto Pedro Aizza (Promax Bardahl / Thunder Technology / GM Motorsport) na edição de 2019 do Campeonato Brasileiro de Kart. O curitibano de 14 anos disputou a primeira fase da competição, no Kartódromo Municipal de Cascavel, e concluiu sua participação na quinta colocação da categoria Júnior. Nesta próxima semana, ele segue na cidade do Oeste do Paraná, onde será realizada a segunda fase, competindo desta vez na CODASUR Júnior.

A prova final foi disputada na tarde desta sábado (20/7). Pedro largou em segundo lugar, após ter bons resultados nas corridas de sexta-feira (19/7). “Perdemos rendimento depois da metade da prova, quando conseguimos ficar em segundo lugar. Tivemos que brigar bastante, porém, faltando três voltas para manter o vice-campeonato, infelizmente não deu. Como estava muito próximo dos adversários, acabei perdendo três posições”, disse Pedro. “Encerro esta primeira fase do Campeonato Brasileiro com a consciência de que fiz o meu melhor durante os cinco dias de corrida. Dei meu máximo para tentar esse título. O motor do carro teve problemas nos primeiros dias e foi muito trabalhoso para os membros da equipe conseguirem melhora-lo. Agora é trabalhar para na próxima metade da competição eu ter um carro competitivo, para poder brigar pelo lugar mais alto do pódio. Esta sempre é a nossa meta, como piloto de kart”, comentou Aizza. (Foto: Eni Alves).

 

Muggiati foi 3º colocado da Codasur no Brasileiro de Kart

José Luiz Muggiati Neto, da equipe Philco/Trombini/Lei de Incentivo ao Esporte, manteve a evolução constante no Campeonato Brasileiro de Kart, que teve o encerramento da primeira fase neste sábado no kartódromo Delci Damian, em Cascavel. Ele conquistou o terceiro lugar na categoria Cadasur, depois de largar em sétimo.

Muggiati foi uma das figuras mais expressiva da prova. De sétimo na largada, ganhou quatro posições na primeira volta. Na 14ª volta ganhou a terceira colocação e permaneceu na posição até a bandeirada final. Mas poderia ter sido melhor e até mesmo conquistado a vitória. Muggiati confessa que cometeu um erro, que lhe impossibilitou de buscar a primeira colocação. “Errei e permiti que o Olin e Bertoncello abrissem. Era o mais rápido do que os pilotos que estavam à frente. Mas estou contente com o resultado, evoluímos todos os dias e hoje melhoramos nossa performance em relação a ontem. Agora é focar na categoria Graduados, que será disputada na próxima semana”, acentua Muggiati. A vitória e o título da categoria Codasur é do catarinense Olin Galli, com o gaúcho Bruno Bertoncello como vice-campeão. (Foto: Mário Ferreira).

 

Firás Fahs fez 4º lugar da Cadete no Brasileiro de Kart

O paranaense Firás Fahs, da equipe Cellshop/SOS Proteção, foi a sensação a categoria Cadete na primeira fase do Campeonato Brasileiro de Kart, encerrado neste sábado, no kartódromo Delci Damian, em Cascavel, região Oeste do Paraná. Ele conquistou o quarto lugar, mas ficou com o gostinho do título. Foi muito cumprimentado por sua atuação.

Firás largou em sétimo e partiu para o ataque. Subiu para sexto ao completar a primeira volta, para quinto na segunda volta, para quarto na terceira; para terceiro na terceiro na quarta volta e chegou à vice-liderança na 12ª volta. Na penúltima volta tentou assumir a ponta, quando o então líder Gabriel Koenigkan fechou porta. Na manobra, o kart de Firás pegou o bico da zebra pulou, sendo tocado por Lucas Medeiros que estava atrás e esbarrou em Koenigkan. Lucas aproveitou-se para passar os dois. Koenigkan ainda se manteve em segundo, enquanto que Firás perdeu o terceiro lugar para o mineiro Lucas Moura. O campeão da categoria Cadete foi Lucas Medeiros Silva, do Distrito Federal, que completou as 15 voltas da prova em 12m41s251, seguido de Gabriel Koenigkan (DF) e Lucas Moura de Castro (MG), que foram vice-campeão e terceiro colocado respectivamente. (Foto: Mário Ferreira).

 

Akyu dá show no Brasileiro de Kart e ganha 25 posições

Correndo em casa, Akyu Myasava, da equipe EMS Farmacêutica/Flabom Têxtil, deu um show na categoria Cadete e realizou 25 ultrapassagens durante as 15 voltas da prova. Em virtude de um acidente na Pré-final na sexta-feira, Akyu largou em 34º concluiu a prova na nona colocação. Segundo Akyu, as possibilidades de título eram remotas, por isso decidiu fazer uma corrida de recuperação. “Me diverti muito, fiz ultrapassagens em praticamente todas as curvas do circuito. Oito delas só na primeira volta. Tínhamos um excelente equipamento, para ser campeão”, destaca Akyu.

Akyu começou a dar espetáculo na primeira volta, com oito ultrapassagens. Foi de 34º para 26º. Na segunda pulou para 24º, para 22º na terceira, para 19º na quarta e para 18º na quina volta. Na sexta volta não fez nenhuma ultrapassagem e na sétima chegou a 17ª colocação. Subiu para 15º na oitava volta, para 23º na nona e para 12º na 10ª. Na 11ª volta não passou ninguém. Na 12ª foi a 10º e na 13ª chegou à nona colocação, ficando na posição até a bandeirada final. O campeão da categoria Cadete foi Lucas Medeiros Silva, do Distrito Federal, que completou as 15 voltas da prova em 12m41s251, seguido de Gabriel Koenigkan (DF) e Lucas Moura de Castro (MG), que foram vice-campeão e terceiro colocado respectivamente. Firás Fahs (PR) se classificou em terceiro, seguido de Alfredinho Ibiapina (PR) e Enzo Nienkotter (SC), que pela ordem, fecharam as seis primeiras colocações da prova e do campeonato. (Foto: Gilmar Rose).

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)