Curitibano de Velocidade: Domingo quente e com boas disputas no AIC

0
Postado 24 de março de 2019 por bisponeto em Automobilismo
O domingo (24/3) foi de sol em Pinhais, durante as provas da primeira etapa do Campeonato Curitibano de Velocidade no Asfalto 2019, com bons “pegas” no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC). A etapa foi disputada nas categorias Marcas “A” e “B”, Turismo “A”, “B” e “C”, e Clássicos (Força Livre, Gran Turismo Light, Gran Turismo Super, Turismo Light e Turismo Super), com organização e promoção do Automóvel Clube Internacional de Curitiba e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

– Grids de largada –

Durante os Treinos Classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: Marcas “A”: 1.º) Stive Tokarski/Edson Site (PR), 1min40s488; 2.º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta (PR), 1min40s651; 3.º) Edson Bueno/Gustavo Magnabosco (SC), 1min40s799. Marcas “B”: 1.º) Gefferson de Lima (PR), 1min41s469; 2.º) Samuel Deusche (PR), 1min42s700; 3.º) Antonio Carvalho (PR), 1min43s522. Turismo “A”: 1.º) Guilherme Ragnini (PR), 1min41s920; 2.º) Leonardo Kovalski (PR), 1min41s928; 3.º) Jorge Marques (PR), 1min42s693. Turismo “B”: 1.º) Sérgio Bucco Jr (PR), 1min43s974; 2.º) Carlos Schilipack (PR), 1min44s042; 3.º) Marcelo Cancelli/Edson Dall Asta (PR), 1min44s076. Turismo “C”: 1.º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado (PR), 1min42s569; 2.º) Maycon de Oliveira (PR), 1min44s769; 3.º) Anderson Pereira/Nilton da Silva Jr (PR), 1min44s920. Clássicos Força Livre: 1.º) Armin Kliewer (PR), 1min34s657; 2.º) Anderson Andrade (PR), 1min36s878; 3.º) Wanderlei Berlanda (SC), 1min37s293. Clássicos Turismo Light: 1.º) Jefferson Foitte (PR), 1min51s207.

– Marcas –

A primeira prova das categorias Marcas “A” e “B”, com 11 participantes, teve largada às 9h55 deste domingo, realizando numa prova muito disputada nas duas categorias. O pole position Stive Tokarski manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Ruslan Carta Filho, Gustavo Magnabosco, Rômulo Molinari, Richard Anthony e Fabrício Lançoni. Na quarta volta, o carro de Stive Tokarski, da Marcas “A”, teve problemas e abandonou a corrida. Com 18 voltas de prova, foi o carro de Gustavo Magnabosco que abandonou por problemas técnicos. Depois de 20 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Ruslan Carta Filho com tempo total de 33min52s922, seguido de Fabrício Lançoni, a 2s160, Richard Anthony, a 12s038, Rômulo Molinari, a 44s665, e, Gustavo Magnabosco, a duas voltas. Na Marcas “B” venceu Gefferson de Lima, com tempo total de 34min02s173, vindo a seguir Antonio Carvalho, a 33s775, Samuel Deucher, a 34s716, e, Marcelo Andrade, a 44s383.

Na segunda prova das categorias Marcas “A” e “B”, que aconteceu às 14 horas também muito disputada, com os pilotos dando show na “briga” por melhores posições na pista. Na largada, Andrei Carta que era pole position largou dos boxes, porque seu carro perdeu a correia do alternador na volta de apresentação. Fabrício Lançoni assumiu a liderança seguido de Richard Heidrich, Gefferson de Lima, Alexandre Frankenberger, Edson Bueno e Edson Sita. Andrei Carta, que largou dos boxes, vinha numa excelente prova de recuperação, mas na 13.ª volta abandonou a prova, por quebra da junta homocinética, quando já era o quarto colocado. Samuel Deucher abandonou com 17 voltas, Fabrício Lançoni liderou até a 18.ª volta, quando rodou e bateu na saída da “Junção” abandonando a corrida e Richard Heidrich também abandonou na 19.ª volta. Após 20 voltas, a vitória foi de Gefferson de Lima na Geral e na Marcas “B”, com tempo total de 34min11s937, com Antonio Carvalho em segundo, a 45s044, Marcelo Andrade em terceiro, a 57s124, Emerson Grochoski em quarto, a 1min17s706, e, Samuel Deucher em quinto, a três voltas. Na Marcas “A” venceu Alexandre Frankenbegger com tempo total de 34min14s465, seguido de Edson Bueno, a 8s026, Edson Sita, a 32s316, Richard Heidrich, a uma volta, e, Fabrício Lançoni, a duas voltas. A volta mais rápida das duas provas realizadas foi de Fabrício Lançoni, na segunda passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min40s574, à média de 132.261 km/h. A classificação final da etapa por categoria foi a seguinte: Marcas “A”: 1.º) Rômulo Molinari/Alexandre Frenkenberger, 30 pontos; 2.º) Edson Bueno/Gustavo Magnabosco, 23; 3.º) Fabrício Lançoni, 21; 4.º) Ruslan Filho/Andrei Carta e Richard Anthony/Richard Heidrich, 20; e 5.º) Stive Tokarski/Edson Sita, 10. Marcas “B”: 1.º) Gefferson de Lima, 40; 2.º) Antonio Carvalho, 30; 3.º) Marcelo Andrade, 20; 4.º) Samuel Deucher, 18; e 5.º) Emerson Grochoski, 8.

– Turismo –

Reunindo as categorias Terra Turismo “A”, Turismo “B” e Turismo “C”, a primeira prova da Terra aconteceu às 11 horas, com 30 participantes, para 30 minutos mais duas voltas. Guilherme Ragnini que largou na pole position perdeu a liderança na primeira volta para Leonardo Kovalski e em terceiro lugar vinha Jorge Marques. Geison Tureck abandonou na primeira volta com problemas técnicos, mesma situação enfrentada por Brendon Gabardo, que abandonou na quarta volta, e, Roberto Barbosa, Sérgio Britto e Marcelo Cancelli abandonaram na nona volta. Depois de 16 voltas, vitória de Leonardo Kovalski na Geral e na Turismo “A”, com tempo total de 31min22s695, vindo a seguir Guilherme Ragnini, a 1s887, Jorge Marques, a 3s269, Amauri Lisboa Jr, a 3s504, e, Karl Rauscher, a 6s729. Na Turismo “B” venceu Henrique Basso com tempo 31min27s449, tendo Mário Broering em segundo, a 6s902, Octavio Oliveira em terceiro, a 14s245, Luciano Fracaro em quarto, a 16s178, e, Narciso Verza em quinto, a 16s501. E na Turismo “C”, vitória de Maycon de Oliveira, com tempo de 31min31s220, seguido de Johnis Toniolo, a 3s975, José Luiz, a 25s478, Aleksander Pereira, a duas voltas, e, Roberto Bonato, a quatro voltas.

A segunda prova das categorias Terra também foi muito movimentada, indo à pista às 15h05, com boas disputas do início ao fim da corrida. Leonardo Kovalski largou na pole e manteve a posição durante a primeira volta, seguido de perto por Guilherme Ragnini e Jorge Marques. Os carros de Carlos Schilipack e Emerson Szwed foram desclassificados no fim da prova. Artur Bailo Neto, Amauti Lisboa Jr e Karl Rauscher nem completaram a primeira volta. Geison Tureck problemas e abandonou com uma volta. Geovane Ciesielski com três, Wilson Kavilhuka com quatro, Nelson dos Santos com seis e Narciso Verza com oito voltas, também abandonaram a corrida. Ao fim de 17 voltas, nova vitória de Leonardo Kovalski na Geral e na Turismo “A”, com tempo total de 34min58s810, vindo a seguir Jorge Marques, a 9s042, José Pederneiras, a 44s495, e, Guilherme Ragnini, a quatro voltas. Na Turismo “B” venceu o catarinense Mário Broering, com tempo de 35min13s394, tendo Henrique Basso em segundo, a 1s537, Sérgio Bucco Jr em terceiro, a 3s741, Edson Dall Asta em quarto, a 4s847, e, Brendon Zonta Gabardo em quinto, a 11s105. E na Turismo “C” a vitória foi de Maycon de Oliveira, com tempo de 35min19s903, seguido de Evandro Maldonado, a 2s787, Johnis Toniolo, a 13s099, Nilton da Silva, a 34s405, e, Daniel Cavassin, a 1min31s382. Leonardo Kovalski marcou a volta mais rápida das provas disputadas, na 7.ª passagem da primeira corrida, com tempo de 1min41s474, à média de 131,088 km/h. Somados os pontos das provas disputadas, a classificação final foi a seguinte: Terra Turismo “A”: 1.º) Leonardo Kovalski, 40 pontos; 2.º) Jorge Marques, 27; 3.º) Guilherme Ragnini, 25; 4.º) José Pederneiras, 18; e 5.º) Amauri Lisboa Jr/Aleksnder Peres, 10. Terra Turismo “B”: 1.º) Mário Broering, 35; 2.º) Henrique Basso, 35; 3.º) Luciano Fracaro, 18; 4.º) Octávio Oliveira/Marcelo Cordeiro, 16; e 5.º) Marcelo Cancelli/Edson Dall Asta, 10. E na Terra Turismo “C”: 1.º) Maycon de Oliveira, 40; 2.º) Johnis Toniolo, 27; 3.º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado,23; 4.º) José Luiz/Daniel Cavassin, 20; e 5.º) Aleksander Pereira/Nilton da Silva, 20.

– Clássicos –

A primeira prova das categorias Clássicos (Força Livre, Gran Turismo Light, Gran Turismo Super, Turismo Light e Turismo Super), foi às 12 horas, com os 7 participantes realizando uma corrida muito disputada. Na largada, Armin Kliewer manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Anderson Andrade, Wanderlei Berlanda, Maurício Gaudêncio, Thoni Leite e Jefferson Foitte. Na 11.ª volta, o carro de Thoni Leite abandonou com problemas. Na 12.ª volta foi a vez do Aldee de Francisco Fiorese abandonar a prova com problemas. Ao fim de 14 voltas, vitória de Armin Kliewer, na Geral e na Força Livre, com tempo total de 22min58s444, seguido de Anderson Andrade, a 0s164, Wanderlei Berlanda, a 22s634, Maurício Gaudêncio, a 26s433, e, Francisco Fiorese, a duas voltas. E na Turismo Light venceu Jefferson Foitte, com tempo de 24min35s572.

A segunda prova dos Clássicos largou as 14h10, com Armin Kliewer largando mais uma vez na pole position, mantendo a liderança, seguido de Anderson Andrade e Alex Sandre Morais. O carro de Thoni Leite abandonou a prova com duas voltas e Maurício Gaudêncio com nove voltas. Após 11 voltas, nova vitória de Armin Kliewer na Geral e na Força Livre, com o tempo total de 18min04s158, tendo Anderson Andrade em segundo, a 30s311, Alex Sandre Morais em terceiro, a 1min11s430, Wanderlei Berlanda em quarto, a 1min39s343, e, Maurício Gaudêncio em quinto, a duas voltas. E na Turismo Light, vitória de Jefferson Foitte, com tempo de 18min56s817. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Armin Kliewer, na 3.ª passagem segunda corrida, com o tempo de 1min35s298, à média de 139,583 km/h. A classificação final das categorias Clássicos na 1.ª etapa por pontos foi a seguinte: Terra Força Livre: 1.º) Armin Kliewer, 40 pontos; 2.º) Anderson Andrade, 30; 3.º) Wanderlei Berlanda, 22; 4.º) Alex Morais/Francisco Fiorese, 18; e 5.º) Maurício Gaudêncio, 16. E na Turismo Light: 1.º) Jefferson Foitte, 40.

A segunda etapa do Campeonato Curitibano de Velocidade 2019 está marcada para os dias 25 e 26 de maio, no AIC, válida também pela segunda etapa do Paranaense de Velocidade no Asfalto 2019.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)