Nova Geração Scania: verdadeira “Máquina dos Sonhos” chega ao Brasil

0
Postado 8 de agosto de 2018 por bisponeto em Caminhões
A Nova Geração Scania chegará ao mercado brasileiro apenas dois anos depois do lançamento na Europa. Os pedidos começam no final de outubro e as entregas a partir de fevereiro de 2019.

Diferentemente da Europa, aqui toda a gama será lançada ao mesmo tempo. A cabine é totalmente nova por dentro e por fora. Somando todas as vantagens, a economia total de diesel poderá ser de até 12%. Só os novos motores, equipados com nova tecnologia de alta pressão, garantem até 8% de redução de consumo em comparação com os motores da linha atual, que já são reconhecidos pela economia. A Nova Geração Scania, da mesma forma que na versão global e na linha atual nacional, traz os benefícios irreversíveis da conectividade.

“Não é só produto que chega para revolucionar o mercado nacional, mas a forma de vender a nova geração será muito diferente a partir de agora pela rede Scania”, afirma Silvio Munhoz, diretor comercial da Scania no Brasil.

As novas cabines foram desenvolvidas com a mais alta tecnologia disponível no mercado e sob a perspectiva do motorista. Nenhuma peça da cabine da atual gama P, G e R, foi reaproveitada na nova linha. É uma característica da Scania privilegiar o motorista na criação do seu produto, algo que faz toda a diferença no dia a dia do trabalho no setor de transportes. O posicionamento do condutor foi realocado para que ele tenha uma melhor visibilidade externa e o painel foi rebaixado. Com isso, a ergonomia está ainda mais adequada e há aumento da segurança na condução. Há uma força ainda maior de frenagem para ajudar a diminuir acidentes.

“Da linha atual P, G e R, passaremos de 7 opções para 19 tipos de combinações variantes das novas cabines R, S, P, G e a XT para pisos irregulares. É um avanço muito grande para o cliente aumentar a redução de custos na operação”, diz Munhoz. A cabine S é uma das principais novidades para o Brasil, pois traz o piso plano como maior vantagem, que melhora o deslocamento interno do motorista, propiciando mais conforto. “O desafio é criar um mix de cabines que pode oferecer as soluções e funcionalidades corretas para todas as aplicações e demandas”, completa.

A aerodinâmica das cabines foi testada no maior túnel de vento da Europa, o que propicia uma economia de combustível de até 2%.

O Brasil fará a estreia mundial do novo motor de 540 cavalos. Aliás, a gama de propulsores terá novidades nas potências de: 220,280, 320, 410 e 500 cavalos. E, no campo da sustentabilidade, o lançamento chega com cinco novos motores, movidos a GNV/Biometano (2 opções) e bioetanol (3 opções). Será a primeira carreta movida a GNV/Biometando do mundo. A Scania está avançando na gama de combustiveis alternativos.

Outra novidade é a chegada do motor de 7 litros para o segmento semipesado, para oferecer mais opções ao cliente desta importante faixa do mercado.

Com a economia de até 12%, o lançamento Scania será a solução mais competitiva na relação custo por km rodado, quando comparado preço de aquisição versus o que o conjunto entrega em termos de aumento de rentabilidade e disponibilidade.

Na ponta, na rede de concessionárias, a equipe de vendas passará por intenso treinamento que vai mudar radicalmente o dia a dia. Hoje, o vendedor vende o caminhão, adequa seus itens opcionais e agrega serviços e melhor forma de financiamento.

“A partir da Nova Geração o vendedor passa a ser praticamente um consultor de negócios. A equipe de vendas terá uma ferramenta que vai escolher a melhor solução de transporte para a necessidade real do cliente. A especificação será baseada na aplicação ideal. Ou seja, o caminhão passará a ser apenas mais um item”, conta. Serão possíveis, no mínimo, montar 500 alternativas de tipos de caminhões. A ferramenta vai escolher a solução completa para o cliente ter em troca o melhor em todos os sentidos, cabine, eixos, trações, implemento, serviços e alternativa financeira, seja pelo Scania Banco ou pelo Consórcio Scania. É mais uma revolução que se inicia no Brasil.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)