Ases do Volante

DO DESERTO DE SAL AO PARALELEPÍPEDO DE ANTONINA

0
Postado 15 de agosto de 2018 por bisponeto em Colunas
Antigomobilistas e entusiastas de veículos de competição em geral que estiveram na cidade litorânea de Antonina – PR participando do recente XVII Encontro Paranaense de Veículos Antigos e Especiais tiveram a rara oportunidade de ver, bem de pertinho, um carro especialmente — construído para desenvolver altas velocidades em pistas de sal. Isto, além de muitas outras atrações entre mecânicas e artísticas, bem de acordo com o clima de diversão e confraternização que impera entre o povo antoninense.

Despertou grande curiosidade entre os entusiastas da velocidade automotora a presença do citado carro de competição batizado com o nome de Nebolous Theorem

Brazil, projetado e construído pelo especialista no assunto Jack Costella e pilotado pelo dentista curitibano André Rodrigues. Explicou Rodrigues que, esse carro foi especialmente construído para bater recorde de velocidade no deserto de sal Uyuni, localizado na Bolívia e que conta com pista tão boa — segundo ele — ou melhor que as existentes no deserto de sal dos Estados Unidos — Boneville.

O Nebolous possui 12 metros de comprimento, equipado com rodas metálicas e maciças na sua parte frontal, sendo afilado como uma agulha. O piloto fica acomodado na sua parte traseira, completamente espremido dentro de um cubículo. Apesar do pequeno motor de motocicleta Suzuki de apenas mil cilindradas, o carro desloca 700 quilos de peso total, tendo alcançado a velocidade de 270 quilômetros por hora na pista salgada de Uyuni ou seja, com esta marca André Rodrigues estabeleceu novo recorde sul-americano da categoria, que é mais técnica. Na verdade, o Nebolous é considerado um modelo Lakester.

Enfim, o tradicional evento automobilístico de Antonina, promovido pelo MP Lafer Auto Clube do Paraná em parceria com a Prefeitura Municipal da cidade, mais uma vez agradou a gregos e troianos, reunindo, durante dois dias, mais de 300 veículos — entre carros, camionetas, muitos caminhões excelentes em restauro, motocicletas, kart — além de uma mini-escola de samba que, durante praticamente uma tarde, desfilou, cantou e executou, pelas ruas centrais da velha senhora cidade histórica, muitas músicas de carnaval antigas. Ponto de destaque também a tradicional homenagem prestada todos os anos a antigos pilotos de carros de corrida, desta vez envolvendo os pilotos Genilda de São José Franco (arrancada) e Francisco Zeni (carreteira). Parabéns à diretoria do MP Lafer, capitaneada pelo antigomobilista curitibano Roberto Biezemeier. Nas fotos de hoje, o Nebolous Theorem, fordinhos e músicos. (Ari Moro).

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)