R E T A O P O S T A

0
Postado 18 de janeiro de 2018 por bisponeto em Colunas
Brasileiro de Rali começa no Rio Grande do Sul

O Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade de 2018 começará no Rio Grande do Sul, no dia 7 de abril, na cidade de Estação.     Sandro Supitz e Eduardo “Lobinho” Ortolan estão ansiosos pela abertura do campeonato. Os paranaenses de Cascavel vêm se preparando há mais de dois anos para disputarem uma temporada completa do Brasileiro de Rali de Velocidade e em condições der competir de igual para igual com os demais participantes. Supitz diz que todo o aparato técnico já está a disposição do preparador Xuxa, em Getúlio Vargas, no Rio Grande do Sul. “O preparador Xuxa já fez algumas mudanças no novo câmbio. Em rali, todo o nosso equipamento é em dobro, com peças de reposição. A preparação é minuciosa e segue os padrões homologados pela CBA”, frisa o piloto Sandro Supitz.

Já o navegador Eduardo Ortolan diz estar muito empolgado para a abertura da temporada, anunciando a Fusão Solar como novo patrocinador. “A Fusão é uma empresa de soluções energéticas, que oferece serviço completo de sistemas de geração de energia solar residencial e empresarial para geração distribuída”, destaca Eduardo. A Rally Motorsport já conta para esta temporada com o patrocínio da Fusão Solar, Yokohama–Tire Shop, Auto Posto Texas, Beux Import e Export, Moinho Rio Azul e Mormaii Eywear.

Londrina terá Open do Sul-Brasileiro no dia 24 de fevereiro

O Open do Campeonato Sul-Brasileiro de Kart já tem data marcada. Será no dia 24 de fevereiro, no Kartódromo Luigi Borghesi, em Londrina, Norte do Paraná. A prova será válida pela etapa de abertura dos campeonatos Metropolitano de Londrina e Paranaense Light. O Sul-Brasileiro será disputado de 28 a 31 de março. O regulamento segue o RNK (Regulamento Nacional de Kart). As categorias Mirim, Cadete, F-4 Graduados e F-4 Sênior serão com motores sorteados, fornecidos pela RBC. Já as categorias 125cc serão com motores próprios.

A promoção e organização serão da AKRL (Associação dos Kartistas da Região de Londrina), com supervisão da FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo). Esta será a terceira edição do Campeonato Paranaense Light. Além da prova do dia 24 de fevereiro, as outras três etapas serão nos dias 30 de junho, 5 de agosto e 20 de outubro, todas em Londrina. Mais informações e inscrições pelo e-mail contato@kartlondrina.com.br.

FPrA estuda mudar o formato do Paranaense de Velocidade

Depois de ser realizado em três etapas nos últimos anos, a FPrA (Federação Paranaense de Automobilismo) estuda mudar o formato do Campeonato Paranaense de Velocidade, disputado nas categorias Marcas A, Marcas B, Turismo e Turismo 5000. Segundo Rubens Gatti, presidente da FPrA, a ideia é realizá-lo com seis etapas a partir desta temporada, com duas etapas em Curitiba, duas em Londrina e duas em Cascavel. A proposta será apresentada aos clubes, em reunião a ser realizada ainda neste mês.

Gatti também explica que as etapas do Paranaense serão obrigatoriamente realizadas em programação conjunta com os Metropolitanos. Esta é uma forma de diminuir custos para os clubes e equipes. Já o calendário dos metropolitanos seguirá o desejo dos clubes. “Vamos apresentar a proposta, mas a decisão final será dos clubes. É assim que sempre decidimos calendários e mudanças no automobilismo paranaense”, frisa Rubens Gatti.

José Bornemann foi homenageado em etapa do Catarinense

O piloto José Bornemann hexacampeão do Campeonato Paranaense de Velocidade na Terra foi homenageado durante a última etapa do Catarinense de Automobilismo, disputada em Joaçaba e válida pelo Brasileiro de Terra. O empresário da representação comercial e piloto Zé Bornemann, como é conhecido nas pistas, tem 42 anos de automobilismo, que nesse período conquistou oito títulos e coleciona mais de 300 troféus, que ganhou nas mais de 370 provas que participou. “Pendurou as luvas” em 2008, mas tem participado de provas comemorativas e com carros Clássicos em Santa Catarina.

Apesar de todas as suas conquistas terem acontecidas no Paraná, José Bornemann é natural de Porto União (SC), mas mora em Curitiba há quase 50 anos. Iniciou sua carreira de pilotos em 1976, no Paranaense de Marcas, no asfalto. Seus principais títulos de campeão foram em pistas de terra: 1986, 1987, 1988, 2002, 2003 e 2005 – Paranaense de Velocidade na Terra, categoria Marcas. Nos anos 90 disputou provas de Jeep Raid e Paranaense de Rally de Regularidade, onde foi campeão em 1995, tendo seu filho Christiano Bornemann como navegador. José Bornemann conquistou ainda 11 vice-campeonatos e venceu a tradicional prova “100 Milhas de São José”, de Velocidade na Terra, em 2004 e 2006, em dupla com Felipe Schultz. Nas pistas de asfalto, em 1979 – Paranaense de Arrancada, categoria Força Livre; e Paranaense de Velocidade, Divisão 3.

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)