Eurofarma RC faz a festa em Tarumã e vence as duas corridas

0
Postado 22 de outubro de 2017 por bisponeto em Automobilismo
A equipe Eurofarma RC foi o grande destaque da décima etapa da Stock Car, disputada neste domingo (22/10) no Autódromo de Tarumã, ao vencer as duas corridas da rodada dupla, primeiro com Daniel Serra e depois com Ricardo Maurício. Os resultados do final de semana em Viamão (RS) mantém Daniel Serra na liderança do campeonato, com 289 pontos. A diferença entre Daniel o vice líder Thiago Camilo, que estava em cinco pontos, subiu para dez pontos.

Na primeira prova, Ricardo Zonta cruzou a linha de chegada em primeiro lugar, mas foi punido com o acréscimo de 20 segundos por irregularidades com o reabastecimento. Com isso Daniel foi o vencedor, seguido pelo position Galid Osman e por Max Wilson. Na segunda prova Marcio Campos liderou boa parte da disputa. Foi superado por Ricardo Maurício, que contou com boa estratégia para vencer. Felipe Fraga e Átila Abreu completaram o pódio, com Campos em quarto.

A próxima etapa da principal categoria do automobilismo nacional será disputada em Goiânia, dia 19 de novembro.

Primeira Corrida

Ricardo Zonta cruzou a linha de chegada em primeiro lugar, mas a vitória da primeira corrida da décima etapa da Stock Car ficou com Daniel Serra após o piloto da Shell Racing ser penalizado em 20 segundos no tempo de prova por uma irregularidade na parada obrigatória para reabastecimento e terminar a prova na 13ª posição. O pole Galid Osman e Max Wilson completaram o pódio.

Os dois pilotos brigavam pela vitória nas últimas voltas, quando Daniel Serra recebeu da equipe o aviso da penalização a Zonta. Com a vitória, o piloto da Eurofarma RC ampliou a vantagem na liderança para 10 pontos sobre Thiago Camilo. “Foi muito bom para o campeonato. Quando recebi o aviso da punição ao Zonta eu desisti de brigar pela vitória. Ele tinha um ritmo muito bom e seria uma disputa muito dura. Foi uma oportunidade que apareceu, aproveitamos e estamos saindo daqui com uma boa vantagem no campeonato”.

Galid Osman largou na pole e manteve o ritmo e a primeira colocação da corrida até perder as posições para Zonta e Serra. Na terceira colocação ainda podia ajudar seu companheiro de equipe na Ipiranga Mattheis, Thiago Camilo, que foi ultrapassado por Max Wilson no fim. “Se o Thiago estivesse logo atrás de mim eu deixaria ele passar, era o nosso combinado. Estava com um bom ritmo de corrida e o Max Wilson estava entre a gente, impossibilitando que a gente fizesse esse jogo de equipe. Acabei perdendo alguns segundos antes da parada para reabastecimento que me tiraram a chance de brigar pela vitória, mas estou feliz pelo resultado”.

Max Wilson, da RCM Competições, comemorou a volta ao pódio mesmo com o carro não apresentando o desempenho ideal.“Estou feliz pelo resultado, é importante para a nossa equipe. É bom estar de volta ao pódio, mas meu desempenho na corrida não estava tão bom. Esses pontos serão importantes para sequência do campeonato”.

Confira o resultado final da primeira corrida:

1.º) Daniel Serra (Eurofarma RC), 34 voltas em 41min14s188;

2.º) Galid Osman (Ipiranga Racing), a 3s994;

3.º) Max Wilson (RCM Motorsport), a 4s320;

4.º) Thiago Camilo (Ipiranga Racing), a 7s918;

5.º) Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing), a 8s444;

6.º) Diego Nunes (Hero Motorsport), a 9s354;

7.º) Marcos Gomes (Cimed Racing), a 9s461;

8.º) Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing), a 12s363;

9.º) Rubens Barrichello (Full Time Sports), a 13s051;

10.º) Denis Navarro (Cimed Racing Team), a 15s053;

11.º) Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports), a 15s578;

12.º) Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team), a 16s320;

13.º) Ricardo Zonta (Shell Racing), a 19s035*;

14.º) Lucas Foresti (Full Time Academy), a 26s074;

15.º) Betinho Valério (Hero Motorsport), a 1min20s117;

16.º) Ricardo Mauricio (Eurofarma RC), a 1 volta;

17.º) Allam Khodair (Full Time Sports), a 1 volta;

18.º) Cacá Bueno (Cimed Racing), a 1 volta;

19.º) Marcio Campos (Blau Motorsport), a 1 volta;

20.º) Átila Abreu (Shell Racing), a 1 volta;

21.º) Cesar Ramos (Blau Motorsport), a 2 voltas;

22.º) Tuka Rocha (RCM Motorsport), a 2 voltas;

23.º) Guga Lima (Bardahl Hot Car), a 3 voltas;

24.º) Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport), a 8 voltas;

25.º) Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team), a 8 voltas.

Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas.

*Punido em 20 segundos no tempo total de prova.

Segunda Corrida

Depois de largar na 16ª posição na segunda corrida, Ricardo Mauricio aproveitou os pneus preservados e os botões de ultrapassagem economizados para cruzar a linha de chegada em primeiro lugar, completando a dobradinha da equipe Eurofarma RC. Átila Abreu e Felipe Fraga completaram o pódio.

O grande diferencial da segunda vitória de Ricardo Maurício na temporada foi a estratégia da primeira corrida, quando trocou os quatro pneus e encheu o tanque. “Tivemos uma boa performance na primeira corrida e decidimos trocar os quatro pneus. Com a entrada do carro de segurança ficamos tranquilos quanto ao consumo da gasolina. A estratégia era essa, teve um pouco de confusão na largada mas consegui manter a calma. Nosso ritmo de corrida era forte e é sempre bom voltar a ganhar mesmo enfrentando algumas dificuldades”, destaca o piloto da Eurofarma RC.

Embalado após a vitória na Argentina, Felipe Fraga não teve um bom desempenho no final de semana em Viamão, mas mesmo assim comemorou bastante a segunda posição que o manteve em terceiro na classificação. “Com certeza faltou pneu. A gente precisa estudar e analisar se eu não economizei o suficiente ou se o acerto do carro não proporcionou a isso. Dei o meu máximo, não é o meu forte economizar pneus. Foi um teste para mim, um aprendizado, mas agora é analisar os dados para saber onde eu posso melhorar nisso. Largar de 27º e chegar em segundo foi bom para me manter no topo”.

Outro que comemorou o resultado na segunda corrida foi Átila Abreu, após ter problemas com o consumo de pneus na primeira prova. “Foi um final de semana um pouco atípico, me compliquei um pouco na primeira corrida, esperara ir melhor, mas o carro consumiu muito pneu. No fim da segunda corrida teve uma briga interessante com o Marcio Campos pela posição. Conseguimos amenizar o prejuízo, ainda temos chances de brigar pelo título e vamos lutar por essas oportunidades”, diz o piloto da Shell Racing, quarto colocado na classificação.

Confira o resultado final da segunda corrida, após punição:

1.º) Ricardo Mauricio (Eurofarma RC), 33 voltas em 41min49s867;

2.º) Átila Abreu (Shell Racing), a 2s232;

3.º) Marcio Campos (Blau Motorsport), a 2s322;

4.º) Allam Khodair (Full Time Sports), a 8s146;

5.º) Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport), a 17s246;

6.º) Tuka Rocha (RCM Motorsport), a 18s098;

7.º) Felipe Fraga (Cimed Racing Team), a 21s580*;

8.º) Cacá Bueno (Cimed Racing), a 23s882;

9.º) Sergio Jimenez (Bardahl Hot Car), a 24s537;

10.º) Ricardo Zonta (Shell Racing), a 31s299;

11.º) Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team), a 36s777;

12.º) Thiago Camilo (Ipiranga Racing), a 38s768;

13.º) Galid Osman (Ipiranga Racing), a 46s566;

14.º) Diego Nunes (Hero Motorsport), a 50s660;

15.º) Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports), a 51s161;

16.º) Bia Figueiredo (Full Time Academy), a 51s251;

17.º) Rafael Suzuki (Cavaleiro Sports), a 56s825;

18.º) Rubens Barrichello (Full Time Sports), a 1min01s392;

19.º) Guilherme Salas (Vogel Motorsport), a 1min19s966;

20.º) Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team), a 1 volta;

21.º) Lucas Foresti (Full Time Academy), a 1 volta;

22.º) Daniel Serra (Eurofarma RC), a 5 voltas;

23.º) Betinho Valério (Hero Motorsport), a 8 voltas;

24.º) Guga Lima (Bardahl Hot Car), a 8 voltas.

*Punido com 20 segundos no tempo total de prova.

Classificação do campeonato (10 primeiros):

1.º) Daniel Serra, 289; 2.º) Thiago Camilo, 279; 3.º) Felipe Fraga, 223; 4.º) Átila Abreu, 222; 5.º) Max Wilson, 203; 6.º) Rubens Barrichello, 198; 7.º) Cacá Bueno, 191; 8.º) Ricardo Maurício, 181; 9.º) Marcos Gomes, 177; e 10.º) Gabriel Casagrande, 156.

Fotos: Fernanda Freixosa/Fábio Davini/Duda Bairros.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)