Em Santa Cruz, Camilo e Matos vencem rodada dupla

0
Postado 28 de setembro de 2014 por bisponeto em Automobilismo
A etapa de Santa Cruz do Sul, nona do calendário 2014 do Circuito Schin Stock Car, foi disputada nesse domingo (28/09, aniversário da cidade), novamente em formato de rodada dupla. Ambas as corridas foram vencidas por quem largou na primeira posição. Na primeira, Thiago Camilo liderou toda a prova, trocou apenas um pneu em sua parada obrigatória no box e venceu pela terceira vez na temporada. Décimo colocado na corrida 1, Rafa Matos largou em primeiro na prova 2 e manteve a ponta, mesmo sendo pressionado por Julio Campos nas últimas voltas. Essa foi a primeira vitória de Rafa Matos e também da equipe Hot Car na categoria.
“A pole foi essencial para o resultado. A corrida foi complicada, pois não esperava tantas entradas do safety car. Estou muito feliz pelo resultado. Não só pela minha vitória, mas pelo trabalho e reação da equipe, e também por ter voltado a briga pelo campeonato. Cheguei aqui 39 pontos atrás do Átila e saio a nove pontos. Consegui tirar uma diferença considerável dentro de um final de semana de corrida da Stock Car, que todo mundo sabe que é muito equilibrado”, comentou Thiago Camilo.
Rafa Matos elogiou o trabalho desenvolvido por sua equipe no final de semana e dedicou sua primeira conquista no automobilismo brasileiro ao pai. “Queria agradecer imensamente aos meus mecânicos, que ficaram até 1 hora da manhã preparando o meu carro, aos meus patrocinadores e quero dedicar essa vitória especialmente ao meu pai. É a primeira vitória que eu conquisto desde que ele faleceu, em 2010, e certamente hoje ele estava lá de cima olhando por mim”, comentou o piloto da Hot Car Competições.
“Fui beneficiado por um toque do Rubens (Barrichello) com o Galid (Osman) no final da corrida. Eu estava em 11o e terminei a corrida 1 em décimo. Com isso larguei na primeira posição, o que certamente nos privilegia em uma pista como essa. Estava sobre forte pressão do Julio Campos e meus pneus estavam extremamente desgastados. Além disso não tinha mais botão de ultrapassagem para utilizar”, finalizou Matos.
Veja como terminaram as corridas em Santa Cruz do Sul:
Corrida 1:
1. º) Thiago Camilo (Ipiranga-RCM). 27 voltas em 41min59s283;
2. º) Daniel Serra (Red Bull Racing), a 0s746;
3. º) Allam Khodair (Full Time Sports), a 5s523;
4. º) Marcos Gomes (Schin Racing Team), a 6s639;
5. º) Felipe Fraga (Vogel Motorsport), a 7s257;
6. º) Felipe Lapenna (Hot Car Competições), a 9s006;
7. º) Antonio Pizzonia (Prati-Mico’s Racing), a 9s393;
8. º) Julio Campos (Prati-Mico’s Racing), a 9s892;
9. º) Max Wilson (Eurofarma RC), a 11s902;
10. º) Raphael Matos (Hot Car Competições), a 14s178;
11. º) Lucas Foresti (RC3 Bassani), a 17s506;
12. º) Alceu Feldmann (Hanier Racing), a 21s334;
13. º) Ricardo Mauricio (Eurofarma RC), a 21s795;
14. º) Gabriel Casagrande (C2 Team), a 22s453;
15. º) Cacá Bueno (Red Bull Racing), a 22s978;
16. º) Diego Nunes (C2 Team), a 23s301;
17. º) Valdeno Brito (Shell Racing), a 23s461;
18. º) Rafael Suzuki (ProGP), a 26s652;
19. º) Rubens Barrichello (Full Time Sports), a 32s155;
20. º) Felipe Tozzo (Boettger Competições), a 50s757;
21. º) Bia Figueiredo (ProGP), a 1min19s822;
22. º) Átila Abre (Mobil Super Racing), a 1min27s953;
23. º) Ricardo Zonta (RZ Motorsport), a 1 volta;
24. º) Galid Osman (Ipiranga-RCM), a 1 volta.
Corrida 2:
1. º) Rafa Matos (Hot Car Competições), 13 voltas em 22min44s812;
2. º) Julio Campos (Prati-Mico’s Racing), a 0s221;
3. º) Max Wilson (Eurofarma RC), a 0s959;
4. º) Antonio Pizzonia (Prati-Mico’s Racing), a 1s471;
5. º) Felipe Fraga (Vogel Motorsport), a 3s016;
6. º) Felipe Lapenna (Hot Car Competições), a 4s144;
7. º) Marcos Gomes (Schin Racing Team), a 4s579;
8. º) Daniel Serra (Red Bull Racing), a 4s979;
9. º) Thiago Camilo (Ipiranga-RCM), a 5s742;
10. º) Lucas Foresti (RC3 Bassani), a 6s466;
11. º) Rubens Barrichello (Full Time Sports), a 8s196;
12. º) Ricardo Mauricio (Eurofarma RC), a 9s346;
13. º) Sergio Jimenez (Voxx Racing Team), a 11s000;
14. º) Cacá Bueno (Red Bull Racing), a 11s466;
15. º) Rafael Suzuki (ProGP), a 11s476;
16. º) Ricardo Zonta (RZ Motorsport), a 12s878;
17. º) Bia Figueiredo (ProGP), a 13s786;
18. º) Nonô Figueiredo (Mobil Super Racing), a 13s905;
19. º) Beto Cavaleiro (Hanier Racing), a 25s256;
20. º) Átila Abreu (Mobil Super Racing), a 33s004;
21. º) Allam Khodair (Full Time Sports), a 1 volta;
22. º) Valdeno Brito (Shell Racing), a 1 volta.
Após as corridas em Santa Cruz do Sul, a diferença do líder Átila Abreu para o vice líder Rubens Barrichello é de apenas meio ponto. Camilo aparece na terceira posição.
Campeonato de pilotos (5 primeiros):
1. º) Átila Abreu, 145,5 pontos;
2. º) Rubens Barrichello, 145;
3. º) Thiago Camilo, 136,5;
4. º) Cacá Bueno, 134;
5. º) Julio Campos, 124,5.
Campeonato de equipes (5 primeiras):
1. º) Full Time Sports, 254 pontos;
2. º) Red Bull Racing, 249;
3. º) Prati Mico’s Racing, 242;
4. º) Eurofarma – RC, 231,5;
5.º) Ipiranga-RCM, 219.
Fotos: Duda Bairros/Fernanda Freixosa/Vicar.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)