Vettel vence de ponta a ponta no Japão

0
Postado 7 de outubro de 2012 por bisponeto em Automobilismo
Sebastian Vettel teve um final de semana perfeito em Suzuka. O piloto alemão da RBR fez a “pole”, venceu de ponta a ponta e ainda fez a melhor volta da prova. De quebra, ainda viu seu rival direto na luta pelo título, o espanhol Fernando Alonso (Ferrari), abandonar a prova na primeira volta. O piloto da Ferrari se envolveu num incidente com Kimi Raikkonen (Lotus) na largada, teve um pneu furado, “rodou” e abandonou a prova.

Com a vitória (terceira na temporada), o vice-líder Sebastian Vettel reduziu a diferença para Alonso de 29 para quatro pontos. O piloto espanhol ficou estacionado nos 194, enquanto o piloto da RBR alcançou os 190 pontos. O piloto alemão admite que o resultado foi um passo importante na luta pelo tri, mas quis evitar em falar de disputa do título.

A PROVA

Sebastian Vettel venceu de ponta a ponta o GP do Japão deste domingo (7). O piloto alemão da Red Bull largou na “pole position” e manteve-se tranqüilo na frente até o fim para chegar à vitória. A prova também marcou o retorno de Felipe Massa ao pódio depois de dois anos. O brasileiro largou em décimo e terminou em segundo, à frente de Kamui Kobayashi, piloto da casa, que conquistou seu primeiro pódio da carreira .

O quarto colocado foi Jenson Button, que pressionou Kobayashi até os metros finais, mas não conseguiu tirar a vantagem do japonês. Lewis Hamilton chegou na quinta posição, à frente de Raikkonen. Nico Hulkenberg foi o sétimo, à frente de Pastor Maldonado, Mark Webber e Daniel Ricciardo, completaram a lista dos dez primeiros. Após se envolver em acidente na largada, Bruno Senna chegou em 14º.

Líder do campeonato, Fernando Alonso viu sua vantagem na classificação do campeonato diminuir logo na primeira curva da prova. O piloto espanhol, que havia largado em sexto, se enroscou com o carro de Raikkonen no início da corrida e rodou, ficando perigosamente parado de lado na pista. Todos os pilotos conseguiram desviar da Ferrari, mas Alonso teve de abandonar a prova com um pneu furado.

Outro incidente ocorrido na primeira curva da prova aconteceu entre Romain Grosjean e Webber. O piloto da Lotus se chocou com a Red Bull, fez o australiano “rodar” e cair para 18º, e teve de trocar o bico de sua Lotus. Depois do incidente, o francês foi penalizado e teve de passar no “Box” e esperar dez segundos para voltar à prova. Com as confusões, o Safety Car entrou na pista.

Na ponta, Vettel ficou longe das confusões e manteve-se na liderança. O intervalo entre as duas primeiras paradas serviu para Vettel abrir uma boa distância para Massa, seguindo tranqüilo rumo à vitória. O piloto brasileiro também manteve margem segura e conseguiu voltar da segunda parada na mesma posição. O fim da prova foi tranqüilo para Vettel, que manteve-se na “ponta” sem ser ameaçado e chegou à segunda vitória seguida no campeonato.

Massa confirmou a segunda posição e voltou ao pódio dois anos depois com a Ferrari. A última vez que o brasileiro chegou entre os três primeiros havia sido na Coréia, em 2010, e seu último segundo lugar havia acontecido no mesmo ano, no GP da Alemanha. A terceira posição ficou com Kobayashi, que segurou os ataques de Button até os últimos metros e conquistou o primeiro pódio de sua carreira, para a alegria dos japoneses presentes no circuito de Suzuka.

A quinta posição ficou com Hamilton, que terminou à frente de Raikkonen. Hulkenberg, Maldonado, Webber e Ricciardo completaram os dez primeiros. Após ter largado em 23º, Schumacher terminou na 11ª posição. Senna cruzou a linha de chegada em 14º. A próxima etapa do Mundial de Fórmula-1 acontece no próximo fim de semana. Assim como a corrida de Suzuka, a prova em Yeongam também será na madrugada. O Grande Prêmio da Coréia será realizado no próximo domingo (14/10), às 3 horas (de Brasília).

 

Classificação do Grande Prêmio do Japão:

1.º) Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull, 53 voltas;
2.º) Felipe Massa (BRA) – Ferrari, a 20s6;
3.º) Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber, a 24s5;
4.º Jenson Button (GBR) – McLaren, a 25s2;
5.º) Lewis Hamilton (GBR) – McLaren, a 46s4;
6.º) Kimi Raikkonen (FIN) – Lotus, a 50s4;
7.º) Nico Hulkenberg (ALE) – Force India, a 51s1;
8.º) Pastor Maldonado (VEN) – Williams, a 52s3;
9.º) Mark Webber (AUS) – Red Bull, a 54s6;
10.º) Daniel Ricciardo (AUS) – Toro Rosso, a 1min6s9;
11.º) Michael Schumacher (ALE) – Mercedes, a 1min7s7;
12.º) Paul di Resta (GBR) – Force India, a 1min23s4;
13.º) Jean-Éric Vergne (FRA) – Toro Rosso, a 1min28s6;
14.º) Bruno Senna (BRA) – Williams, a 1min28s7;
15.º) Heikki Kovalainen (FIN) – Caterham, a 1 volta;
16.º) Timo Glock (ALE) – Marussia, a 1 volta;
17.º) Vitaly Petrov (RUS) – Caterham, a 1 volta;
18.º) Pedro de la Rosa (ESP) – HRT, a 1 volta.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)