GT3 Brasil: Problema na roda deixa Wagner e Fábio em 9.º lugar

0
Postado 22 de julho de 2012 por bisponeto em Automobilismo
A primeira corrida não foi boa para os irmãos Wagner e Fábio Ebrahim (Alfacell Pilhas/Be Happy), durante a quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo 2012, a GT3 Brasil, que está sendo realizada neste fim de semana (21 e 22/7), no Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Rio de Janeiro (RJ). Na largada, Wagner Ebrahim ficou pelo lado de fora da pista e caiu para a sexta posição, passando a administrar a posição e tentando se aproximar dos líderes, para deixar a recuperação de posições com seu irmão Fábio. Mas a estratégia acabou não dando certo, porque a equipe teve problemas com a roda na troca de pneus.

Na 18.ª volta, quando estava na sexta posição, Wagner Ebrahim entrou nos boxes para fazer a troca de pilotos e pneus, o cubo da roda direita dianteira travou e não soltava para a Equipe Ebrahim Motors fazer a troca. Com isso, perderam muito tempo nos boxes, uma volta a mais que o normal, retornando à pista na 14.ª colocação. Mesmo com a desvantagem em tempo, Fábio Ebrahim conseguiu recuperar cinco posições, concluindo a prova em nono lugar.

Fábio Ebrahim retornou em sétimo lugar e chegou a ganhar duas posições, mas um pneus furado fez o piloto retornar aos boxes para a troca, voltando à pista na oitava colocação. Perdendo muito tempo e com a corrida próxima do fim, Fábio passou a administrar o resultado. Ao fim de 36 voltas, vitória da dupla Paulo Bonifácio/Sérgio Jimenez, com tempo total de 50min03s115, seguida de Cleber Faria/Duda Rosa, a 22s472, Cláudio Dahruj/Cacá Bueno, a 23s729, Rafael Derani/Cláudio Ricci, a 24s752, Vanuê Faria/Renan Guerra, a 39s117, Constantino Júnior/Valdeno Brito, a 1min04s179, Marcelo Hahn/Allan Khodair, a 1min04s909, e em oitavo lugar, Fábio Ebrahim/Wagner Ebrahim, a uma volta.

“Largando da segunda posição, acabei ficando do lado de fora da pista e perdendo quatro posições na primeira volta. O carro rendia bem, mas o circuito de Jacarepaguá não é o ideal para o nosso carro, que tem motor forte, mas é um pouco pesado. O que prejudicou mais foi a roda ter travado na troca de pneus”, disse Wagner Ebrahim. “Tivemos um contratempo que acabou nos tirando pontos importantes. Mas o rendimento do carro está bom e temos condições de fazer uma boa corrida amanhã. Quero fazer uma boa largada e entregar o carro para o Wagner entre os três primeiros, para ele definir na parte final da prova”, concluiu Fábio Ebrahim.

– Grid da 2.ª corrida –

         1.º) Rafael Derani (Ferrari F458, RS); 1min11s450, à média de 154,53 km/h; 2.º) Cleber Faria (M-Benz SLS AMG, SP), a 0s333; 3.º) Fábio Ebrahim (Audi R8 LMS, PR), a 0s491; 4.º) Marcelo Hahn  (Lamborghini LP600 Plus, SP), a 0s623; 5.º) Paulo Bonifácio (M-Benz SLS AMG, SP), a 0s699; e em 6.º) Marcelo Franco (Ford GT, SP), a 0s757. A largada acontece às 12h01 de domingo (27/5), com transmissão ao vivo pela TV Bandeirantes.

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)