Fiat cria site para apresentar a nova picape Strada

0
Postado 22 de abril de 2020 por bisponeto em Automóveis
Com a quarentena do Covid-19, a Fiat Chrysler Automóveis adiou o lançamento da nova geração da sua picape compacta Strada, que aconteceria no último dia 7 de abril, para a imprensa especializada. Sua chegada às concessionárias está prevista para o segundo semestre de 2020, mas ainda sem data definida.

Porém, os detalhes da nova Strada não são mais segredo para ninguém, pois em uma página oficial (www.fiat.com.br/novastrada.html), que está no ar desde o dia 7 de abril, a montadora colocou todas as informações da picape, como motor, versões e equipamentos de série, desvendando de vez como ficou a campeã de vendas da Fiat.

Novas versões e inédita cabine dupla

A nova Strada chegará em três versões, com as mesmas nomenclaturas da Toro. A Endurance será o modelo de entrada, a Freedom, a intermediária, e a Volcano, a topo de linha, principal aposta da montadora, substituindo a Strada Adventure.

As opções de cabine são a simples redimensionada, com mais espaço atrás dos bancos, e a dupla, também reformulada, agora com quatro portas e capacidade para levar até cinco passageiros, inédita entre as picapes compactas. As cabines estendida e com três portas saem do catálogo. Os preços ainda não estão definidos e serão informados no momento do lançamento oficial da nova Strada.

A montadora vai manter a configuração de trabalho 1.4 Hard Working, cabine simples, até o fim do próximo ano para as vendas diretas. O preço atual é de R$ 54.990, mas ela vai sair de linha em 2022, quando a legislação brasileira passará a exigir controles de estabilidade e de tração, em todos os veículos novos produzidos no país. A nova geração já vem de série com os dispositivos de segurança.

Interior remete ao dos hatches compactos

As semelhanças ao Fiat Uno e Mobi estão no acabamento da cabine da nova Strada, com muito plástico e seguem no desenho do volante multifuncional (porém, com base reta) e os botões de comando no formato quadrado. O revestimento é em couro na Volcano. O quadro de instrumentos também remete ao dos hatches compactos. Há uma tela central maior exibindo informações digitais, como de velocidade, consumo pressão dos pneus, entre outros.

A imagem da cabine da Strada Volcano no painel exibe o botão de acendimento da luz de neblina, pisca alerta, avisos sonoros do sensor de estacionamento, do controle de tração e da luz de iluminação em led da caçamba, uma novidade da segunda geração. Os bancos são exclusivos da picape e possuem opção de airbag lateral. O modelo ganhou ainda apoio de cabeça e cinto de segurança de três pontos para todos os ocupantes e ganchos Isofix.

Direção elétrica e nova multimídia

A nova Strada se rende à direção elétrica, que deixa o volante mais leve para as manobras. Mas está presente somente na motorização 1.3. A 1.4 segue com o sistema hidráulico. A tecnologia está presente na central multimídia Unconnect da FCA, com tela capacitativa de 7 polegadas. Ela virá renovada com conexão Android Auto e Apple Carplay via bluetooth, ou seja, sem a necessidade do uso cabo ligado ao smartphone. É um recurso visto até então em carros mais caros.

Motor 1.3 do Argo e consumo

A nova geração da Strada virá equipada com o motor 1.3 flex, da família FireFly, nas versões Freedom e Volcano. O motor 1.8, de 132 cv, usado pela Adventure deixa de equipar a picape compacta da Fiat. Esse motor 1.3 é o mesmo do Argo e o Cronos. São 109/101 cv e 14,2/13,7 kgfm de torque (etanol/ gasolina). Na opção de entrada Endurance foi mantido o conhecido 1.4 EVO, de 88/85 cv e 12,5/12,4 kgfm (e/g). Ambos sempre conectados ao câmbio manual de 5 marchas.

Num segundo momento, a picape compacta adotará o câmbio automático do tipo CVT, além do novo propulsor 1.0 turboflex, a ser produzido no próximo ano em Betim (MG).

A versão Volcano 1.3 acelera de 0 a 100 km/h entre 11,2 segundos e atinge 168 km/h de máxima. O consumo é de 8,4/ 12,1 km/l na cidade (e/g) e 9,4/ 13,3 km/l na estrada (e/g) com a caçamba vazia. A picape ficou mais leve, com 1.102 kg, contra 1.253 da geração antiga.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)