Stock Car 500 abre treinos com os líderes separados por apenas 0s002

0
Postado 5 de abril de 2019 por bisponeto em Automobilismo
Átila Abreu começou na frente a temporada 2019 da StockCar 500 no Velopark, corrida que marca a 500ª prova da história da principal categoria brasileira. A sexta-feira foi, provavelmente, o dia com maior atividade de pista para o automobilismo nacional em 2019, com um shakedown, dois treinos extras e um treino livre – e muito trabalho de bastidores. Neste primeiro confronto e mesmo com a preocupação de testar os novos carros que foram preparados durante a pré-temporada, apenas 0s002 separaram os dois primeiros colocados, Átila Abreu e Felipe Fraga, nesta ordem. Ou algo 150 vezes menor do que o tempo necessário para uma piscada de olhos – que dura em média 0s300.

A chuva interferiu bastante no desempenho dos carros no início do treino. Todos que estavam programados para treinar no primeiro dos dois grupos em que foram divididos os pilotos ficaram de 15º para trás na tabela de tempos, casos de Cacá Bueno e Rubens Barrichello, por exemplo, 16º e 19º, respectivamente.

Átila Abreu registrou a marca de 54s093 no circuito de 2.278 metros que é o mais curto do calendário (e onde o piloto sorocabano já foi pole). Apesar da inconstância da pista causada pela chuva intermitente, os nove primeiros foram separados por menos de um segundo – e esse número poderia ter sido bem maior caso os pilotos do primeiro grupo tivessem melhores condições de aderência.

“Foi um dia bem atribulado com chuva o dia todo e pista seca no finalzinho. Não curti o comportamento do meu carro na chuva, então preciso entender e melhorar. Já com a pista seca mesmo com pouco tempo eu consegui colher algumas boas informações. Mas ainda temos de trabalhar muito, o carro está longe do ideal para mim, mas a meta é brigar pela pole”, comentou Abreu.

“Sei que todos os pilotos estavam ansiosos para andar, mas veio a chuva e complicou um pouco as coisas. Foi importante conseguir pegar a pista secando no grupo 2 do treino livre e nessa parte conseguimos evoluir bastante o acerto. Com certeza estaremos competitivos amanhã pra brigar pela pole”, avaliou Fraga, que venceu no Velopark em 2017.

Estreando pela Crown Racing, Gabriel Casagrande registrou o terceiro tempo a 0s090 de Átila, com Allam Khodair, Thiago Camilo e Julio Campos fechando a lista dos seis mais rápidos da sessão. “É muito bom começar minha história no time andando na frente. Já me senti muito bem entrosado na equipe e temos muito potencial para brigar pelas primeiras colocações”, diz Gabriel, paranaense de sangue, mas gremista de coração.

Atual bicampeão da Stock Car, Daniel Serra cumpriu um dia discreto. Foi o 11º na soma dos tempos, a 1s1 do mais veloz. Mas se disse despreocupado com o tempo de volta de hoje. “Estou feliz em acelerar de novo com o nosso Stock Car. No treino oscilamos entre piso seco e molhado, o que acaba sempre dificultando um pouco. Mas, na média, acho que está tudo bem para amanhã”, ponderou o campeão de 2017 e 2018, se referindo à briga pela pole.

À frente de Serra e completando os dez primeiros ficaram Rafael Suzuki, Guga Lima, Nelsinho Piquet e Denis Navarro – que chegou a liderar parte de um treino do grupo 2. Entre os estreantes, Gaetano Di Mauro foi o melhor em 17º, seguido de Marcel Coletta em 22ª e Pedro Cardoso, que fechou a lista dos novatos em 28º. Os três, inclusive, pegaram a pista na pior condição possível – um belo batismo para o trio.

A programação deste sábado da Stock Car 500 conta com um treino livre às 8h30, exibido ao vivo no YouTube e Facebook oficiais do campeonato. Já o treino classificatório acontece às 13h20, com transmissão ao vivo do Globoesporte.com, uma das novidades do ano. A corrida vai ao ar no domingo, a partir das 10h30, pelo Sportv2.

Confira os tempos completos desta sexta-feira:

1.º) Átila Abreu (Shell V-Power), 54s093;

2.º) Felipe Fraga (Cimed Racing), 54s095;

3.º) Gabriel Casagrande (Crown Racing), 54s185;

4.º) Allam Khodair (Blau Motorsport), 54s270;

5.º) Thiago Camilo (Ipiranga Racing), 54s505;

6.º) Júlio Campos (Prati-Donaduzzi Racing), 54s565;

7.º) Rafael Suzuki (Hot Car Competições), 54s643;

8.º) Guga Lima (Vogel Motorsport), 54s907;

9.º) Nelson Piquer Jr. (Full Time Sports), 54s953;

10.º) Denis Navarro (Cavaleiro Sports), 55s219;

11.º) Daniel Serra (Eurofarma RC), 55s246;

12.º) Galid Osman (Shell Helix Ultra), 55s464;

13.º) Diego Nunes (KTF), 55s706;

14.º) Bruno Baptista (Eurofarma RCM), 57s336;

15.º) Valdeno Brito (Prati-Donaduzzi Racing), 1min00s996;

16.º) Cacá Bueno (Cimed Racing), 1min01s111;

17.º) Gaetano di Mauro (Shell Helix Ultra), 1min01s165;

18.º) Marcos Gomes (KTF), 1min01s265;

19.º) Rubens Barrichello (Full Time Sports), 1min01s439;

20.º) Ricardo Maurício (Eurofarma RC), 1min01s470;

21.º) Bia Figueiredo (Ipiranga Racing), 1min01s589;

22.º) Marcel Coletta (Cimed Racing), 1min01s682;

23.º) Ricardo Zonta (Shell V-Power), 1min01s688;

24.º) Max Wilson (Eurofarma RCM), 1min01s710;

25.º) Cesar Ramos (Blau Motor Sports), 1min01s925;

26.º) Felipe Lapenna (Cavaleiro Sports), 1min01s977;

27.º) Lucas Foresti (Vogel Motorsport), 1min02s028;

28.º) Pedro Cardoso (Hot Car Competições), 1min02s107.

(Fotos: Denis Ribeiro).


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)