Jaguar apresenta F-Type com motor Ingenium 300CV de última geração

0
Postado 18 de julho de 2018 por bisponeto em Automóveis
A Jaguar, marca britânica de veículos esportivos de luxo, está ampliando suas opções de produtos para atender cada vez mais os clientes apreciadores de uma condução arrojada. A linha F-TYPE passa a contar a partir de agora com o novo motor Ingenium Turbo de 2.0 litros e 300cv de potência, com tecnologia de última geração. A versão completa a gama de opções de motores do modelo, que contam também com um motor V6 Supercharged de 380cv e um V8 Supercharged de 575cv, que equipa a versão SVR.

O F-TYPE 2.0 mantém o DNA de condução extremamente esportiva característico da linha F-TYPE, sendo um cupê de dois lugares com carroceria em alumínio, tração traseira e centro de gravidade extremamente baixo, que garante muita diversão ao volante. O motor Ingenium de 2.0 litros e quatro cilindros é equipado com o que existe de mais moderno em tecnologias, permitindo ao modelo desenvolver 300cv de potência e 40,8 kgfm de torque já a partir das 1.500 rotações. Em conjunto com o sistema de transmissão Quickshift de 8 velocidades, o veículo é capaz de sair da imobilidade e atingir 100 km/h em apenas 5,7 segundos, além de chegar aos 250 km/h de velocidade máxima.

O motor Ingenium 300cv não é apenas o motor mais potente de quatro cilindros já oferecido pela Jaguar em um veículo de produção. Ele também gera a mais alta potência específica de qualquer motor da gama F-TYPE: 150cv por litro. “A introdução do nosso avançado motor de quatro cilindros no F-TYPE criou um veículo com o seu caráter distinto. O desempenho de um motor deste tamanho é notável e é equilibrado com maior eficiência de combustível e acessibilidade, tornando a experiência do F-TYPE mais acessível do que nunca”, diz Ian Hoban, Diretor da Linha de Veículos Jaguar F-TYPE.

Uma série de tecnologias avançadas permitem ao motor Ingenium oferecer características de alto desempenho acompanhadas de um baixo consumo de combustível. Ele conta com um comando totalmente integrado de válvulas eletro-hidráulico de última geração, com algoritmos de controle patenteados e desenvolvidos pela Jaguar. Essa tecnologia permite o controle totalmente variável das válvulas de admissão, o que extrai toda a potência e torque desenvolvidos pelo motor em toda a faixa de operação.

O fluxo de refrigeração é feito por meio de dutos projetados para reduzir ao máximo o aquecimento do motor e, portanto, diminuir o consumo de combustível e os níveis de emissões. O coletor de gases resultantes da combustão foi cuidadosamente combinado com um turbocompressor de rolagem dupla. O projeto evita a interferência da pulsação do gás de escape, garantindo que a roda da turbina responda muito mais rapidamente: a pressão de reforço é fornecida quase instantaneamente, tornando a diferença de tempo para o acionamento do turbo praticamente inexistente, fornecendo a capacidade de resposta tão familiar à experiência de condução do F-TYPE.

Como todos os membros da família de motores Ingenium da Jaguar Land Rover, o propulsor 2.0 de 300cv do F-TYPE foi projetado e desenvolvido pela própria companhia. Ele é fabricado no Reino Unido no Centro de Fabricação de Motor da Jaguar Land Rover, juntamente com os motores a gasolina de quatro cilindros com 200cv e 250cv e os motores diesel de quatro cilindros de 150cv, 163cv, 180cv e 240cv. O motor Ingenium contribui para uma redução geral do peso do veículo de 52 kg — a maior parte do qual está sobre o eixo dianteiro — e isso é fundamental para oferecer ao F-TYPE de quatro cilindros ainda mais agilidade.

A chegada do motor de quatro cilindros não significa que os motoristas perdem o característico ronco do motor do F-TYPE, parte essencial do apelo do modelo. Um escape ativo meticulosamente ajustado foi colocado nesta versão de motor 2.0 litros, de forma a proporcionar uma experiência de condução ainda mais envolvente. “A maior parte da redução de peso que obtivemos nessa versão está acima do eixo dianteiro, tornando o carro muito bem equilibrado e realmente ágil de dirigir. Junte isso ao novo motor de quatro cilindros e este F-TYPE particular tem um caráter todo próprio. Eu gosto de pensar nele como o irmão mais novo dos modelos V6 e V8”, explica Erol Mustafa, Engenheiro Chefe de Produtos da Jaguar.

Independente da versão, a linha 2019 do Jaguar F-TYPE apresenta atualizações visuais que dão ao esportivo uma presença ainda mais poderosa. O para-choque dianteiro foi redesenhado, juntamente com a introdução de novos faróis em LED. Na parte traseira, a versão de quatro cilindros apresenta uma saída de escape exclusiva e distinta dos escapamentos centrais duplos e dos escapes externos quádruplos dos modelos V6 e V8. O modelo é equipado no Brasil com rodas de liga leve de 19 polegadas sob demanda (Pronta entrega: 20 polegadas).

O modelo também passou por leves atualizações em seu interior, com a introdução de assentos mais finos e leves, sistema de infoentretenimento Touch Pro e novos acabamentos em materiais cromados e alumínio, que aumentam a sensação de esportividade a bordo. Um elegante espelho retrovisor sem moldura acrescenta outro toque contemporâneo. “Manter a silhueta e a dirigibilidade do F-TYPE em toda a gama de versões é realmente importante para nós. Tanto na versão topo de linha, a SVR, quanto nesta nova versão de quatro cilindros, a sensação de dirigir deve impressionar os clientes do modelo. Eles devem se sentir a bordo de um verdadeiro esportivo da marca”, comenta Ian Callum, Diretor Global de Design da Jaguar.

A nova gama F-TYPE também oferece sistemas avançados de assistência ao condutor, como a câmera estéreo frontal altamente sofisticada que dá ampla visão ao motorista em situações de manobra. O sistema de Frenagem Autônoma de Emergência é acionado independente da ação do motorista, assim que os sensores colocados na parte dianteira do F-TYPE identificam o risco de uma iminente colisão. Já o ACC – sua sigla em inglês para Piloto Automático Adaptativo – oferece extremo conforto e segurança ao motorista, mantendo a velocidade de cruzeiro selecionada e reduzindo essa velocidade em caso de tráfego intenso ou de um outro veículo mais lento à frente, sem a ação do motorista.

Já a assistência para troca de faixa de rolamento avisa o condutor caso o veículo esteja mudando de faixa por falta de atenção do motorista e o mantém automaticamente no percurso mais seguro. Todas essas tecnologias ajudam a melhorar a segurança e reduzir o desgaste do motorista.

Novo motor Ingenium 2.0 de 300cv

O novo motor 2.0 Ingenium a gasolina traz quatro cilindros em linha, desenvolvendo 300cv de potência e 40,8kgfm de torque, força suficiente para, em conjunto com o sistema de transmissão Quickshift de oito velocidades, oferecer uma condução extremamente esportiva. Compacto e potente, o propulsor traz o que existe de mais avançado em tecnologias para total melhora da combustão e redução dos níveis de consumo e de emissões. Isso é obtido graças ao novo sistema de injeção direta de combustível que opera a 200bar de pressão e que trabalha em conjunto com injetores montados centralmente, o que resulta em uma distribuição controlada e otimizada de gasolina.

Os aprimoramentos feitos no sistema de injeção direta foram desenvolvidos para reduzir ainda mais o humidade da parede dos pistões e promover uma maior mistura do combustível com o ar, em busca de uma combustão mais eficiente. Todo esse sistema atua para minimizar o impacto do combustível nas paredes do cilindro e na coroa do pistão, melhorando a eficiência da combustão e, assim, reduzindo as emissões.

Projetado para ser eficiente

Todos os motores Ingenium foram projetados para funcionar com os mais baixos níveis de atrito, contribuindo para uma boa eficiência e refinamento. As características de projeto que contribuem para isto incluem furos de 12 mm de diâmetro nos cilindros, feitos para reduzir as forças tangenciais que atuam nas paredes do cilindro. Rolamentos de agulha para eixos duplos de balanceamento e eixos de comando de válvulas também foram introduzidos com o mesmo objetivo.

A bomba de óleo varia sua vazão de acordo com a rotação do motor, carga e temperatura, e os jatos de resfriamento do pistão comutável apenas pulverizam óleo na parte inferior das coroas do pistão quando necessário, reduzindo ainda mais a carga no sistema de lubrificação. O sistema de resfriamento do motor funciona por meio de uma bomba elétrica de refrigeração. Além disso, a circulação do líquido de refrigeração por meio do bloco do motor só ocorre quando o motor atingir determinada temperatura, o que garante o rápido aquecimento do propulsor. Funcionando quase sempre na temperatura ideal do motor, o resultado é um melhor consumo de combustível e menos desgaste de peças.

Mais leve, o Ingenium de 2.0 litros e quatro cilindros contribui para a redução geral do peso do veículo de 52 kg — a maior parte do qual está sobre o eixo dianteiro — o que é fundamental para a agilidade aprimorada dessa versão do F-TYPE. A afinação meticulosa do chassi para complementar o novo motor proporciona uma resposta de direção ainda mais precisa e esportiva. O sistema de tração exclusivamente nas rodas traseiras, aliado ao sistema de transmissão Quickshift de 8 velocidades com opção de trocas manuais, reforça ainda mais o aspecto esportivo do modelo.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)