Metropolitano: O domingo foi de muita velocidade no AIC

0
Postado 24 de junho de 2018 por bisponeto em Automobilismo
O domingo (24/6) foi movimentado em Pinhais, com a realização das provas da terceira etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade e segunda do Paranaense de Velocidade 2018, com bons “pegas” no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), que contou com o apoio da Bana Pneus, Pirelli, Hotel Slaviero Executive Pinhais, Posto Taborda, Zanoello Troféus e Trans Magnabosco. A etapa foi disputada nas categorias Turismo 5000 “A” e “B”, Marcas “A” e “B”, Turismo 1.6“I”, Terra Marcas “A”, Terra Marcas “B” e Terra Turismo “C”, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

– Grids de largada –

Durante os Treinos Classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: Marcas “A”: 1.º) Gustavo Magnabosco (SC), 1min40s263; 2.º) Richard Heidrich (SC), 1min40s271; 3.º) Wanderlei Berlanda Jr (SC), 1min40s294. Marcas “B”: 1.º) Guto Baldo (PR), 1min40s831; 2.º) Wilians Peres (PR), 1min41s025; 3.º) João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg (PR), 1min41s685. Turismo 1.6 “I”: 1.º) Felipe Lobo/Rômulo Molinari (SC/PR), 1min42s106; 2.º) Caio Botelho (PR), 1min42s770; 3.º) José Pederneiras (PR), 1min43s308. Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kowalski (PR), 1min41s654; 2.º) Roberto Bonato (PR), 1min41s689; 3.º) Juca Lisboa/Stive Tokarski (PR), 1min41s726. Terra Marcas “B”: 1.º) Guilherme Ragnini (PR), 1min41s482; 2.º) Luiz Brambila (PR), 1min43s124; 3.º) Luiz André Fietz (PR), 1min43s233. Terra Turismo “C”: 1.º) Evandro Maldonado/Bruno Nascimento (PR), 1min42s632; 2.º) Nilton Silva Jr (PR), 1min43s551; 3.º) James Schwerdtner (PR), 1min44s526. Turismo 5000 “A”: 1.º) Armin Kliwer (SC), 1min34s386; 2.º) Anderson Andrade (PR), 1min35s065; 3.º) Marco Antonio Garcia (SC), 1min35s264. Turismo 5000 “B”: 1.º) Márcio Reuter (SC), 1min40s532; 2.º) Maurício Gaudêncio (PR), 1min40s573; e 3.º) José Adir dos Santos (PR), 1min40s815.

– Turismo 5000 –

A primeira prova das categorias Turismo 5000 “A” e “B” foi realizada na tarde do sábado (23/6), às 16h30, com os sete participantes realizando uma corrida muito disputada, com “pegas” em vários pontos da pista por melhores posições. Na largada, Anderson Andrade ultrapassou Armin Kliewer assumindo a liderança, seguidos de perto por Márcio Reuter e Maurício Gaudêncio da categoria “B”. José Adir dos Santos teve problemas na primeira volta e foi aos boxes. Marco Antonio Garcia quebrou na primeira volta e José Carlos Franzoi nem largou. Armin Kliewer assumiu a liderança na décima passagem e manteve a posição até a bandeirada final. Ao fim de 15 voltas, a vitória foi de Armin Kliewer, na Geral e na Turismo 5000 “A”, com tempo total de 24min04s012, seguido de Anderson Andrade, a 2s100, Márcio Reuter, a 1min22s666, e, José Adir dos Santos, a duas voltas. E na Turismo 5000 “B” venceu Maurício Gaudêncio, o único inscrito na categoria, com tempo de 25min25s751.

No domingo (24/6), a segunda prova da Turismo 5000 largou as 11h30, com Armin Kliewer largando na pole position, mantendo a liderança, seguido de Anderson Andrade, Marco Antonio Garcia e José Adir dos Santos. Após 15 voltas, nova vitória de Armin Kliewer na Geral e na Turismo 5000 “A”, com o tempo total de 24min08s007, tendo Marco Antonio Garcia em segundo, a 3s931, Anderson Andrade em terceiro, a 8s466, José Adir dos Santos em quarto, a 1min07s017, e, Márcio Reuter em quinto, a 1min08s350. E na Turismo 5000 “B”, vitória de Maurício Gaudêncio, com tempo de 25min15s460. Armin Kliewer marcou ainda a volta mais rápida das provas, na quarta passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min34s018, à média de 141,484 km/h. A classificação final da etapa por pontos foi a seguinte: Turismo 5000 “A”: 1.º) Armin Kliewer, 40 pontos; 2.º) Anderson Andrade, 27; 3.º) José Adir dos Santos, 20; 4.º) Márcio Reuter, 20; e 5.º) Marco Antonio Garcia, 15. E na Turismo 5000 “B”: 1.º) Maurício Gaudêncio, 40 pontos.

– Marcas e Turismo 1.6 –

A primeira prova das categorias Marcas “A” e “B” e Turismo 1.6 “I”, com 33 participantes, teve largada às 9h45 de domingo, realizando numa prova muito disputada nas três categorias. O pole position Gustavo Magnabosco manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Richard Heidrich, Wanderlei Berlanda Jr, Felipe Lobo, Pierre Sabbagh, Fausto de Lucca, Rafael Barranco e Guto Baldo. Abandonaram por quebra os carros de Caio Botelho e Fábio Tokamaga na segunda volta e de Rafael Colombari na quinta volta, da Turismo “I”. Já Ted Barbirato da Marcas B e Richard Heidrich da Marcas A abandonaram na oitava volta. Ruslan Carta Filho, da Marcas “A”, teve problemas com doze voltas de prova e Marcel Sedano também parou com 13 voltas. Depois de 19 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Gustavo Magnabosco com tempo total de 33min51s061, seguido de Wanderlei Berlanda Jr, a 3s291, Felipe Lobo, a 6s408, Pierre Sabbagh, a 8s102, e, Fausto de Lucca, a 8s647. Na Marcas “B” venceu Wilians Peres, com tempo total de 34min15s147, vindo a seguir Allan Aquino, a 17s751, Michael Levi, a 32s552, Marcelo Andrade, a 34s582, e, Alisson Nurnberg, a 34s698. E na Turismo 1.6 “I” a vitória foi de José Pederneiras com tempo de 34min29s096, com Rômulo Molinari em segundo, a 7s978, Antonio Carvalho em terceiro, a 8s399, Paulo Costa em quarto, a 25s676, e, Geison Tureck em quinto, a 51s567.

Na segunda prova das categorias Marcas “A” e “B” e Turismo 1.6 “I”, que aconteceu às 13h30 também muito disputada, com os pilotos dando show na “briga” por melhores posições na pista, mesmo com chuva. Na largada, Gustavo Magnabosco manteve a liderança na primeira volta, seguido de Wanderlei Berlanda Jr, Gefferson de Lima, Pierre Sabbagh, Fausto de Lucca e Rafael Barranco. Os carros de Rafael Colombari (Turismo I), Marcel Sedano (Marcas A), Guto Baldo (Marcas B), e, Algacir Sermann (Marcas A), com problemas técnicos nem foram para a segunda corrida. Abandonaram a prova Fausto de Lucca (1.ª volta), Valmor Emílio e Eduardo Pavelski (2.ª volta), Caio Botelho (4.ª volta), Michael Levi (7.ª volta), e, Fábio Tokamaga (8.ª volta). Após 19 voltas, a vitória foi de Gustavo Magnabosco na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 34min06s122, com Wanderlei Berlanda Jr em segundo, a 5s371, Pierre Sabbagh em terceiro, a 5s871, Rafael Barranco em quarto, a 6s357, e, Richard Heidrich em quinto, a 6s672. Na Marcas “B” venceu Anderson Portes com tempo total de 34min22s958, seguido de João Paulo Naumes, a 14s103, Wilians Peres, a 14s525, Ted Barbirato, a 53s607, e, Marcelo Andrade, a 1min03s440. E na Turismo 1.6 “I” Felipe Lobo recebeu a bandeira quadriculada em primeiro lugar, com tempo de 34min39s124, vindo a seguir José Pederneiras, a 7s782, Paulo Costa, a 9s910, Carlos Júnior, a 17s197, e, Karl Raucher, a uma volta. Richard Heidrich marcou a volta mais rápida das duas provas, na 2.ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min40s407, à média de 132,481 km/h. A classificação final da etapa por categoria foi a seguinte: Marcas “A”: 1.º) Gustavo Magnabosco, 40 pontos; 2.º) Wanderlei Berlanda Jr, 30; 3.º) Pierre Sabbagh, 22; 4.º) Rafael Barranco, 16; 5.º) Gefferson Lima/Felipe Lobo, 14. Marcas “B”: 1.º) Anderson Portes/Allan Aquino, 35; 2.º) Wilians Peres, 32; 3.º) Alisson Nurnberg/João Paulo Naumes, 23; 4.º) Marcelo Andrade, 18; 5.º) Michael Levi, 12. E na Turismo 1.6 “I”: 1.º) José Pederneiras, 35; 2.º) Felipe Lobo/Rômulo Molinari, 32; 3.º) Paulo Costa, 27; 4.º) Geison Tureck/Carlos Júnior, 18; e 5.º) Antonio Carvalho/Beto Baú, 16.

– Terra –

Reunindo as categorias Marcas “A”, Marcas “B” e Turismo “C”, a primeira prova da Terra aconteceu às 10h40 de domingo, com 35 participantes, para 20 minutos mais duas voltas. Guilherme Ragnini que largou na pole position manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Leonardo Kovalski, Juca Lisboa, Roberto Bonato, Christiano Bornemann e Geovane Ciesielski. Os carros de Luiz Tatsch, Lui André Fietz e Ricardo Pamplona, todos da Terra Marcas B, abandonaram a corrida. Depois de 17 voltas, vitória de Guilherme Ragnini na Geral e na Marcas “B”, com tempo total de 29min05s393, vindo a seguir Luiz Brambila, a 19s342, Rodrigo Vieira, a 40s785, Aleksandre Versalli, a 53s325, e, Thiri Lorentz, a 1min01s413. Na Marcas “A” venceu Leonardo Kovalski com tempo 29min07s154, tendo Juca Lisboa em segundo, a 9s573, Christiano Bornemann em terceiro, a 16s818, Bernard Chyla em quarto, a 27s945, e, Lucas Bornemann em quinto, a 32s061. E na Turismo “C”, vitória de Bruno Nascimento, com tempo de 29min40s176, seguido de Nilton Silva Filho, a 1s586, José Cavassin, a 17s523, James Schwerdtner, a 27s230, e, Maycon de Oliveira, a 32s999.

A segunda prova das categorias Terra também foi muito movimentada, indo à pista às 15h05, com boas disputas do início ao fim da corrida. Guilherme Ragnini largou na pole e manteve a posição seguido de perto por Leonardo Kovalski, Stive Tokarski, Lucas Bornemann, Christiano Bornemann e Luiz Brambila. Luiz Chyla abandonou a corrida com três voltas, Henrique Morsch com quatro, Ricardo Pampola com oito e Roberto Bonato com dez voltas. Ao fim de 16 voltas, nova vitória de Guilherme Ragnini na Geral e na Marcas “B”, com tempo total de 29min37s316, vindo a seguir Luiz Brambila, a 14s556, Lui André Fietz, a 30s471, Caca Schilipack, a 36s814, e, Aleksandre Versalli, a 41s066. Na Marcas “A” venceu novamente Leonardo Kovalski, com tempo de 29min38s386, tendo Stive Tokarski em segundo, a 7s117, Thiago Brandt em terceiro, a 26s252, Geovane Ciesielski em quarto, a 26s852, e, Christiano Bornemann em quinto, a 29s414. E na Turismo “C” a vitória foi de Evandro Maldonado, com tempo de 30min05s153, seguido de Nilton Silva Filho, a 4s207, James Schwerdtner, a 12s733, Maycon de Oliveira, a 19s875, e, José Cavassin, a 20s146. Leonardo Kovalski marcou a volta mais rápida das provas disputadas, na 6.ª passagem da primeira corrida, com tempo de 1min41s652, à média de 130,858 km/h. Somados os pontos das provas disputadas, a classificação final foi a seguinte: Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kovalski, 40 pontos; 2.º) Juca Lisboa/Stive Tokarski, 30; 3.º) Christino Bornemann, 20; 4.º) Thiago Brandt, 18; e 5.º) Geovane Ciesielski, 11. Terra Marcas “B”: 1.º) Guilherme Ragnini, 40; 2.º) Luiz Brambila, 30; 3.º) Aleksandre Versalli, 18; 4.º) Rodrigo Vieira, 18; e 5.º) Caca Schilipack, 14. E na Terra Turismo “C”: 1.º) Evandro Maldonado/Bruno Nascimento, 40; 2.º) Nilton Silva Filho, 30; 3.º) James Schwertner, 22; 4.º) José Cavassin, 20; e 5.º) Maycon de Oliveira,18.

A quarta etapa do Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos 2018 está marcada para os dias 28 e 29 de julho, no Autódromo Internacional de Curitiba, mas ainda depende de confirmação da FPrA.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)