CEO da Volkswagen destaca que investirá R$ 7 bilhões no Brasil

0
Postado 14 de novembro de 2017 por bisponeto em Automóveis
Em visita à Volkswagen do Brasil no último sábado (11/11), o CEO da Marca Volkswagen, Dr. Herbert Diess, reafirmou que confia na recuperação da economia e do mercado de veículos do Brasil e destacou que a empresa investirá R$ 7 bilhões até 2020 no País. Esses recursos, segundo o executivo, serão aplicados principalmente no desenvolvimento e lançamento de 20 novos produtos, dos quais 13 serão produzidos no País. O executivo foi recebido na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), pelo Presidente e CEO da Volkswagen da América do Sul e do Brasil, Pablo Di Si, e demais membros do Board da empresa.

Herbert Diess destacou que a ofensiva de novos produtos da Volkswagen no Brasil é parte da maior ofensiva de produtos da marca em âmbito global e começou com o lançamento do Novo Polo, desenvolvido na inovadora estratégia modular MQB, que acaba de chegar ao mercado e já se tornou uma referência em seu segmento. De acordo com ele, o segundo modelo desta ofensiva é o sedã Virtus, que será revelado na quinta-feira (16/11) e lançado no mercado brasileiro em janeiro de 2018. Além de Polo e Virtus, a marca terá também uma picape e um SUV produzidos no Brasil sob a Estratégia Modular MQB. A renovação do portfólio de produtos no Brasil é absolutamente essencial. Em 2015, a idade média dos carros no Brasil era de oito anos. Até 2020, a marca pretende reduzir esse tempo para menos de cinco ano. Todos os novos modelos têm algo em comum: são veículos emocionais, distintivos e tecnicamente superiores.

O executivo disse que a confiança da Volkswagen na Região América do Sul deve-se à perspectiva de recuperação do mercado brasileiro, combinada com o crescimento contínuo na Argentina e em outros mercados da América Latina. A estratégia de regionalização será fundamental para reposicionar o negócio com sucesso nos mercados em todo o mundo. A Volkswagen está transferindo às regiões as responsabilidades que anteriormente eram centralizadas em Wolfsburg – incluindo as decisões sobre portfólio de produtos. Devido a essa estratégia, as vendas da Volkswagen na região cresceram 27% no acumulado de janeiro a outubro de 2017 em relação ao mesmo período de 2016. E as exportações da Marca a partir do Brasil aumentaram 69%, na mesma base de comparação. A Volkswagen tem por objetivo retomar a posição de liderança no importante mercado automotivo brasileiro.

A Volkswagen otimiza sua estrutura de custos, estabelece posicionamento adequado de mercado e assume mais responsabilidade na região. Isso torna a empresa melhor preparada para o futuro na América do Sul, possibilitando atingir uma virada de página com uma ofensiva de produtos consistentemente focada nas necessidades dos clientes locais.

Em sua passagem pela Argentina, na sexta-feira (10/11), Herbert Diess anunciou que a empresa planeja investir cerca de US$ 650 milhões na produção de um novo SUV na unidade de Pacheco e na modernização e infraestrutura das fábricas no país vizinho, na nova plataforma global MQB e em uma nova pintura em Pacheco. A plataforma MQB permitirá a produção de um SUV argentino para toda a América do Sul.

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)