Marcas: Fábio Carbone e Felipe Tozzo vencem em Tarumã

0
Postado 27 de junho de 2016 por bisponeto em Automobilismo
A Copa Petrobras de Marcas abriu na tarde do sábado (25/6) a quarta etapa da temporada 2016 com a primeira corrida do final de semana no circuito de Tarumã, no Rio Grande do Sul. Prova bastante disputada, cheia de ultrapassagens – e também algumas batidas. A vitória ficou com Fábio Carbone, que largou da pole position com o Renault Fluence da equipe Greco Competições. O paulistano liderou a primeira dobradinha da história da equipe comandada por Fábio Greco ao ter Guilherme Salas na segunda posição.

Felipe Tozzo é mais um que entra para o panteão dos vencedores da Copa Petrobras de Marcas. O catarinense, que fez em Tarumã a sua segunda etapa na temporada – enquanto o campeonato acaba de concluir a quarta rodada dupla -, conquistou a primeira vitória de sua carreira no domingo (26/6), e a primeira do Ford Focus desde a etapa de abertura de 2015 em Goiânia, quando o hoje chefe de equipe César Bonilha venceu com o mesmo carro.

A estratégia de Carbone no sábado era clara: acelerar tudo do começo ao fim e não dar margem à concorrência. Funcionou perfeitamente, e o Renault Fluence #22 recebeu a bandeirada com 19 segundos de vantagem sobre o segundo colocado. Guilherme Salas saltou da terceira para a segunda posição já na largada e formou um “trem” atrás de si, segurando as tentativas do Honda Civic de Vicente Orige, que terminou em terceiro.

Mas a briga era boa: atrás de Salas estavam Orige, Luiz Razia com o Toyota Corolla e Nonô Figueiredo em quinto com o Chevrolet Cruze. Na parte final da corrida começavam a chegar também Carlos Souza, Gustavo Martins, Felipe Tozzo, Daniel Kaefer e Beto Monteiro.

“Eu e o Guilherme largamos um atrás do outro (P1 e P3), então a estratégia era largar bem junto para que ele passasse o segundo colocado e virmos na frente. Deu tudo certo e cumprimos a nossa estratégia”, analisou Carbone, que vem em uma temporada nada fácil. Nas seis corridas disputadas anteriormente, o piloto da Greco só havia completado uma – ou abandonava com problemas mecânicos ou era tirado da pista em algum acidente.

“Tive muitos problemas esse ano, e só terminei uma corrida em Goiânia. Vamos ver se agora começamos a dar a volta por cima. Largar em oitavo amanhã é mais complicado, porque ultrapassar obviamente é mais difícil do que andar sozinho na frente. No entanto, temos um bom carro e dá para fazer alguma coisa boa”, concluiu.

No domingo, Tozzo controlou a corrida. O oitavo lugar do sábado o garantiu na pole da segunda corrida. Ele largou na frente e de cara conseguiu abrir pouco mais de um segundo para o trio da Honda que surgiu atrás do Ford Focus, com Carlos Souza, Vicente Orige e Gustavo Martins. Orige depois subiu ao segundo lugar, e Tozzo tratou de manter a margem. Segundo ele, foi esta a estratégia determinante para sua primeira vitória na categoria.

“Eu vim poupando o carro um pouco no início da corrida porque na primeira prova meu carro ‘acabou’ no meio da corrida. Isso me deixou preocupado, pois eu tinha um ritmo forte de início e depois o rendimento caía muito. Então eu tratei de dosar para não perder a corrida da metade para a frente”, justificou. “Economizei pneus, vim marcando os adversários – quando eles forçavam, eu também apertava um pouco -, e graças a Deus saiu essa tão esperada vitória. Estou muito feliz, só tenho a agradecer a Deus, meus patrocinadores e ao Cesinha (Bonilha, chefe da equipe). O que ele fez por mim pouca gente faz. Tenho que dedicar a toda essa equipe maravilhosa, que fez um trabalho perfeito hoje”, agradeceu.

Agora a Copa Petrobras de Marcas encara um intervalo de 75 dias até a quinta etapa, que acontece em São Paulo, no circuito de Interlagos, nos dias 10 e 11 de setembro.

Resultado Corrida 1:

1.º) Fábio Carbone (Greco/Fluence), 21 voltas em 27min08s242 (média 142,4 km/h);
2.º) Guilherme Salas (Greco/Fluence), a 19s668;
3.º) Vicente Orige (JLM Sport/Civic), a 19s942;
4.º) Luiz Razia (RZ Motorsport/Corolla), a 20s149;
5.º) Nonô Figueiredo (Onze Motorsport/Cruze), a 20s617;
6.º) Carlos Souza (JLM Sport/Civic), a 21s368;
7.º) Gustavo Martins (JLM Racing/ Civic), a 23s324;
8.º) Felipe Tozzo (Friato Racing Team/Focus), a 26s601;
9.º) Daniel Kaefer (JLM Racing/Civic), a 28s124;
10.º) Beto Monteiro (Romera Sports/Cruze), a 29s346;
11.º) Thiago Marques (RZ Motorsport/Corolla), a 39s139;
12.º) Gabriel Casagrande (C2 Team/Fluence), a 42s120;
13.º) Di Tripa (Friato Racing Team/Focus), a 49s653;
14.º) Willian Starostik (C2 Team/Fluence), a 55s785;
15.º) Ayman Darwich (Romera Sports/Cruze), a 1min01s066;
16.º) Marcio Basso (Onze Motorsports/Cruze), a 1min08s166;
17.º) Odair dos Santos (Paraguay Racing/Corolla), a 1 volta.

MELHOR VOLTA: Fábio Carbone, 1min15s402 (146,5 km/h).

Resultado Corrida 2:
1.º) Felipe Tozzo (Friato Racing/Focus), 20 voltas em 27min30s592 (média 133,8 km/h);
2.º) Vicente Orige (JLM Sport/Civic), a 0s755;
3.º) Carlos Souza (JLM Sport/Civic), a 1s541;
4.º) Gustavo Martins (JLM Racing/Civic), a 2s655;
5.º) Nonô Figueiredo (Onze Motorsports/Cruze), a 3s055;
6.º) Thiago Marques (RZ Motorsport/Corolla), a 5s518;
7.º) Willian Starostik (C2 Team/Fluence), a 7s000;
8.º) Thiago Klein (Paraguay Racing/Corolla), a 1 voltas;
9.º) Odair dos Santos (Paraguay Racing/Corolla), a 1 voltas;
10.º) R.Gargiolo/B.Monteiro/ (Romara Sports/Cruze), a 1 voltas;
11.º) Marcelo Di Tripa (Friato Racing Team/Focus), a 3 voltas;
12.º) Fabio Carbone (Greco/Fluence), a 5 voltas.

MELHOR VOLTA: Felipe Tozzo, 1min16s258 (144,8 km/h).

Classificação do Campeonato – PILOTOS:

1.º) Gustavo Martins, 122 pontos; 2.º) Vicente Orige, 117; 3.º) Nonô Figueiredo, 107; 4.º) Thiago Marques, 102; 5.º) Gabriel Casagrande, 99; 6.º) Carlos Souza, 88; 7.º) Daniel Kaefer, 80; 8.º) Willian Starostik, 73; 9.º) Guilherme Salas, 65; 10.º) Fábio Carbone, 58; 11.º) Marcelo Rocha, 50; 12.º) Renan Guerra, 45; 13.º) Felipe Tozzo, 39; 14.º) Patrick Choate, 36; 15.º) Beto Monteiro, 32; 16.º) Luiz Razia, 27; 17.º) Ricardo Gargiulio, 22; 18.º) Thiago Klein, 21; 19.º) Márcio Basso, 20; 20.º) Cesar Bonilha, 19; 21.º) Renato Braga, 15; 22.º) Ayman Darwich, 15; 23.º) Odair dos Santos, 12; e 24.º) Ricardo Sperafico, 9.

Classificação do Campeonato – MARCAS:
1.º) Honda, 285 pontos; 2.º) Renault, 256; 3.º) Chevrolet, 170; 4.º) Toyota, 153; e 5.º) Ford, 108.

(Fotos: Fernanda Freixosa/Duda Bairros).


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)