Dodge

Dodge Durango 2015 está renovado e mais potente

0
Postado 24 de junho de 2015 por bisponeto em Automóveis
No ano em que comemora o seu centenário, a Dodge apresenta no Brasil o modelo 2015 do Durango. Maior SUV do grupo FCA – Fiat Chrysler Automobiles, o novo Dodge Durango foi desenvolvido sobre os pilares da marca: desempenho, estilo e inovação, oferecendo uma série de evoluções. Entre elas estão o câmbio automático de oito marchas, os redesenhados conjuntos óticos com LEDs e a alta dose de tecnologia a bordo, onde se destacam o sistema Uconnect com tela central de 8,4 polegadas, a tela multifuncional de TFT de 7 polegadas à frente do motorista e o kit de entretenimento traseiro com leitor de Blu-ray e dois LCDs de alta definição de 9 polegadas.

Lançado oficialmente no país em 2013 em duas versões (Crew e Citadel), o Dodge Durango agora passa a ser importado em configuração única, Limited, com um amplo conteúdo de segurança, conforto e tecnologia. Com linhas imponentes e proporções “musculosas”, excelente dirigibilidade e espaço para sete ocupantes e bagagem, o utilitário-esportivo grande é produzido nos Estados Unidos, na fábrica de Jefferson North, em Detroit, mesmo berço do SUV mais premiado da história, o Jeep Grand Cherokee, modelo com o qual compartilha a plataforma.

Estilo

O design do Durango sempre se destacou, ao exibir muita força e personalidade – características intrínsecas da Dodge. Para o modelo 2015, esses pontos continuam dando o tom, com ainda mais elegância. A grade e o para-choque dianteiro foram retocados, completando o visual dos novos faróis do tipo projetor, com luzes diurnas de LED. As rodas de 20 polegadas de alumínio polido exibem uma esportividade clássica, que combina bem com os arcos dos para-lamas inspirados no Dodge Charger. Na traseira, o que brilha (também literalmente) é a nova lanterna, com 192 LEDs, que ocupa toda a largura da tampa e avança pelas laterais.

Por dentro, o refinamento é a palavra de ordem. A começar pelo novo volante, com aletas para trocas de marchas do câmbio, e muitos comandos, como os do som, telefone, tela multifuncional e controle de velocidade de cruzeiro. Ainda à frente do motorista, o cluster foi reformulado, com destaque para o monitor colorido de 7 polegadas. Também inteiramente nova é a parte central do painel. Não apenas por conta da tela de toque de 8,4 polegadas do sistema multimídia Uconnect, mas também pelos novos comandos de áudio e do ar-condicionado.

Conjunto mecânico

A aplicação da moderna e comprovada transmissão de oito marchas elevou o padrão do powertrain do Dodge Durango, que continua com a eficiência do premiado motor Pentastar V6 de 3,6 litros, agora com 294 cavalos-vapor, 8 cv a mais do que na versão anterior. O torque também cresceu de 35,4 para 36 kgfm. Com mais força e, especialmente, com o novo câmbio, o rendimento do conjunto mecânico melhorou significativamente.

A economia de gasolina, por exemplo, teve uma evolução de 9%, o que faz o Durango poder atingir 791 km de autonomia com um tanque de gasolina. Um dos novos recursos que contribuem para isso é o Eco Mode, uma programação que busca a melhor eficiência energética possível, passando as marchas em rotações mais baixas e reduzindo a sensibilidade do pedal do acelerador, entre outras ações.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)