Metropolitano: Última etapa definiu os campeões de 2014 no AIC

0
Postado 11 de novembro de 2014 por bisponeto em Automobilismo
O fim de semana (8 e 9/11) foi de sol forte em Curitiba e muita disputa nas duas corridas da 8.ª etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba 2014, realizada no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), em Pinhais (PR). A etapa contou com organização e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), onde os campeões por categoria foram: Davi Dal Pizzol (Marcas “A”), Cláudio Simão/Vinícius Simão (Marcas“B”), Marcos da Silva Ramos (Marcas Sênior), Billy Gabardo/Felipe Lobo (Turismo 1.6 “A”) e Mitsui Duzanowski (Turismo 1.6 “B”). O título da Turismo 5000 será decidido na última etapa, nos dias 6 e 7 de dezembro.
– Grids de largada –
Durante os treinos classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: Turismo 1.6 “A”: 1.º) Andrei Carta/Ruslan Carta Filho (PR), 1min41s880; 2.º) Felipe Lobo/Billy Gabardo (SC/PR), 1min42s167; 3.º) Rodrigo Kostin/Beto Baú (PR), 1min42s398. Turismo 1.6 “B”: 1.º) Ernani Kunh (SC), 1min42s095; 2.º) Roberto Bonato (PR), 1min42s242; 3.º) Felipe Lira/André Gaggini (SC), 1min42s938. Turismo 5000: 1.º) Richard Heidrich (SC), 58s704; 2.º) Anderson Andrade (PR). 58s787; 3.º) Armin Kliewer (SC), 59s061. Marcas “A”: 1.º) Valmor Emílio Weiss (PR), 1min40s853; 2.º) Davi Dal Pizzol (SC), 1min41s008; 3.º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta (PR), 1min41s044. Marcas “B”: 1.º) Elberto Alves/Rafael Basto (PR), 1min41s333; 2.º) Cláudio Simão/Vinícius Simão (SC), 1min41s716; 3.º) Valter Júnior (SC), 1min47s755. E na Marcas Sênior: 1.º) Beto Cazuni (PR), 1min41s057; 2.º) Marcos Ramos/José Cordova (PR), 1min41s169; 3.º) Toninho Espolador (PR), 1min41s465.
– Turismo 1.6 –
As categorias Turismo 1.6 “A” e “B”, com 24 participantes, realizando uma primeira prova muito disputada nas duas categorias. Na categoria “A”, Andrei Carta manteve a liderança na largada, seguido de perto Felipe Lobo, Roberto Bonato, Beto Baú, Ariel Barranco e Richard Heidrich. Na 3.ª volta, vários carros se envolveram em acidente no fim da reta obrigando a entrada do “Safety Car”, por duas voltas para a retirada dos veículos. Na relargada, Beto Baú pulou para a liderança, seguido de Felipe Lobo, Andrei Carta, Richard Heidrich, Ariel Barranco e Marcelo Cordeiro. Depois de 18 voltas, vitória de Beto Baú na Geral e Turismo 1.6 “A”, com tempo total de 35min00s068, seguido de Felipe Lobo, a 0s350, Andrei Carta, a 0s596, Marcelo Cordeiro, a 7s626, Richard Heidrich, a 12s265, e em sexto lugar, Rafael Lupatini, a 16s854. Na Turismo 1.6 “B” venceu Arthur Gaggini, com tempo de 35min05s938, com Roberto Bonato em segundo, a 2s274, Danny Berte Jr em terceiro, a 5s899, Charles Zimmermamm em quarto, a 10s340, Willians Peres em quinto, a 13s667, e Rodrigo Geronazzo em sexto, a 18s511.
Muita disputa também foi a segunda prova das categorias Turismo 1.6, com Ruslan Carta Filho assumindo a liderança na largada, seguido de perto por Rodrigo Kostin, Carlos Vaz, Richard Heidrich, Fernando Lira, Willians Peres, Charles Zimmermamm, Roberto Bonato, Alexandre Frankemberger e Jeferson Plothow. Os quatro primeiros fizeram grande “pega” pela liderança da prova e no segundo pelotão mais seis pilotos estavam na “briga” por melhores posições. Rodrigo Kostin levou um toque e rodou no fim da reta, perdendo várias posições. Boa corrida de Ernani Kuhn, que largou da 23.ª colocação e venceu a prova. Ao fim de 19 voltas, vitória de Ernani Rezende Kuhn na Geral e na Turismo 1.6 “B”, com tempo total de 34min06s435, seguido de Roberto Bonato, a 9s579, Willians Peres, a 9s821, José Pederneiras, a 10s049, Fernando Lira, a 15s649, e em sexto lugar, Jeferson Plothow, a 25s724. Na Turismo 1.6 “A”, vitória de Ruslan Carta Filho, com tempo de 34min07s016, com Ariel Barranco em segundo, a 0s848, Carlos Vaz em terceiro, a 4s276, Alexandre Frankemberger em quarto, a 5s239, Richard Heidrich em quinto, a 9s801, e, Edson Sita em sexto, a 16s265. Ernani Rezende Kuhn marcou a volta mais rápida das provas realizadas, na 8.ª passagem da 2.ª corrida, com tempo de 1min41s746, à média de 130,737 km/h.
– Turismo 5.000 –
Na prova da categoria Turismo 5000, no Circuito Oval do AIC, teve nove participantes e boas disputas apesar de poucos carros. O pole position Richard Heidrich manteve a liderança na largada, seguido de perto por Anderson Andrade, Armin Kliewer, Maurício Reuter, Odair Costa Jr e Márcio Reuter. Na volta seguinte, Armin Kliewer perdeu a terceira posição para Maurício Reuter, mas recuperou-se três voltas depois. A “briga” foi boa entre Richard Heidrich e Anderson Andrade até a metade da prova. Outro bom “pega” foi entre Maurício Reuter e Armin Kliewer até a 14.ª volta. Boa prova de recuperação de Marco Antonio Garcia, largando da sétima posição e chegando em terceiro lugar, numa prova com voltas muito rápidas. Ao fim de 22 voltas, vitória de Richard Heidrich na Turismo 5.000, com tempo de 22min02s173, seguido de Maurício Reuter , a 8s000, Marco Antonio Garcia, a 9s734, Marco Aurélio Garcia, a 13s537, Odair Costa Jr, a156s955, e, Rubens Kliewer, a 32s286.
A segunda prova da categoria Turismo 5000, largou com o grid invertido e correndo no Circuito Oval do AIC, foi repleta de emoção até a bandeirada final. Na largada, o pole position Armin Kliewer manteve a liderança, seguido de perto por Márcio Reuter, Anderson Andrade, Odair Costa Jr, Rubens Kliewer, Marco Aurélio Garcia, Maurício Reuter, Richard Heidrich e Marco Antonio Garcia. Na 6.ª volta, os carros de Marco Antonio Garcia e Anderson Andrade se tocaram no fim da reta, obrigando a entrada do safety car, para a retirada dos veículos e atendimento aos pilotos, mas foi apenas um grande susto. Ao fim de 19 voltas, vitória de Armin Kliewer, na Turismo 5.000, com tempo de 22min09s032, seguido de Rubens Kliewer, a 1s893, Maurício Reuter, a 2s420, Márcio Reuter, a 3s005, Odair Costa Jr, a 3s288, e, Marco Aurélio Garcia, a 3s545. A volta mais rápida das duas provas foi de Richard Heidrich, na 20.ª passagem da 1.ª corrida, com o tempo de 59s223, à média de 224.609 km/h.
– Marcas –
Reunindo 20 carros em seu grid, a largada da primeira prova das categorias Marcas “A”, “B” e Sênior, aconteceu às 16 horas, com o pole position Valmor Emílio Weiss mantendo a liderança da prova na primeira volta, seguido de Ruslan Carta Filho, Davi Dal Pizzol, Pierre Sabbagh, José Cordova, Beto Cazuni, Rafael Bastos, Cláudio Simão, Toninho Espolador e Gilberto Borges. A “briga” foi muito boa entre os quatro primeiros nas primeiras voltas, com Valmor Emílio Weiss, Davi Dal Pizzol, Ruslan Carta Filho e José Cordova “brigando” pela liderança do início ao fim da prova. Na 15.ª volta, quebrou o cambio do carro de Valmor Emílio, que abandonou a corrida. Em seguida, depois de estar na liderança, furou o pneus traseiro direito do carro de Ruslan Carta Filho, que foi perdendo posições.
Ao fim de 20 voltas, a vitória na Geral e Marcas Sênior foi de José Cordova, com tempo total de 34min24s138, seguido de Beto Cazuni, a 6s206, Toninho Espolador, a 11s081, Gastão Weigert, a 11s802, Luiz Ferreira, a 39s021 e Evandro Maldonado, a 39s935. Na Marcas “A” venceu Davi Dal Pizzol, com o tempo de 34min27s696, com Pierre Sabbagh em segundo, a 0s165, Wanderlei Berlanda Jr em terceiro, a 4s902, Ruslan Carta Filho em quarto, a 11s162, Luiz Filgueiras em quinto, a 30s457, e, Thiago Oliveira em sexto, a 36s055. E na Marcas “B”, vitória de Cláudio Simão, com tempo de 34min32s138, vindo a seguir Rafael Bastos, a 2s906, e, Valter Júnior, a 1min38s039.
Encerrando as disputas da oitava etapa no AIC, na largada da segunda prova das categorias Marcas “A”, “B” e Sênior, Marcos Ramos largou na pole position, mantendo a “ponta” da prova, seguido de Pierre Sabbagh, Davi Dal Pizzol, Beto Cazuni, Vinícius Simão, Wanderlei Berlanda Jr, Ruslan Carta Filho e Valmor Emílio Weiss. A grande “briga” do início da prova, na Marcas “A”, foi entre Ruslan Carta Filho, Davi Dal Pizzol, Pierre Sabbagh e Wanderlei Berlanda Jr pela liderança da categoria. Boa corrida de recuperação de Valmor Emílo Weiss, que largou da 16.ª posição e recebeu a bandeirada final em segundo na Geral e primeiro na Marcas “A”. O safety car entrou na 12.ª volta, para limpar o óleo derramado por uma corro que estourou o motor, ficando por duas voltas na pista.
Ao fim de 17 voltas, a vitória na Geral e na Marcas Sênior foi de Marcos Ramos, com tempo total de 33min58s797, seguido de Beto Cazuni, a 1s750, Algacir Sermann Filho, a 15s164, Luiz Ferreira, a 20s351, Evandro Maldonado, a 35s174, e, Karl Rauscher, a 43s956. Na Marcas “A” venceu Valmor Emílio Weiss, no tempo total de 34min00s244, com Davi Dal Pizzol em segundo, a 0s106, Ruslan Carta Filho em terceiro, a 0s329, Pierre Sabbagh, a 0s511, Wanderlei Berlanda Jr, a 9s699, e, Thiago Oliveira, a 20s840. E na Marcas “B”, vitória de Vinícius Simão, com tempo de 34min16s561, vindo a seguir Elberto Alves, a 10s922, e, Valter Júnior, a 46s115. A volta mais rápida das duas provas foi de Valmor Emílio Weiss, na 11.ª passagem da 2.ª corrida, com o tempo de 1min41s054, à média de 131,633 km/h.
O próximo evento da modalidade será o Festival Brasileiro de Marcas 1.6 2014, que está marcada para os dias 5, 6 e 7 de dezembro, no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC).


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)