Marcas e Pilotos: Metropolitano de Curitiba foi sucesso em Londrina

0
Postado 22 de setembro de 2014 por bisponeto em Automobilismo
Num fim de semana (20 e 21/9) de muita velocidade em Londrina, foi realizada a 6.ª etapa do Metropolitano de Curitiba junto com a 5.ª etapa do Metropolitano de Londrina, no Autódromo Ayrton Senna, no Norte do Paraná. A etapa valeu ainda pela segunda rodada do Paranaense de Marcas e Pilotos 2014, e, foi disputada nas categorias Marcas “A”, “B” e Sênior, Turismo 5000 e Turismo 1.6 “A” e “B”, mais duas provas da Sprint Race e uma da Spyder Race com organização do Automóvel Clube do Café e supervisão da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

– Grids de largada –

Durante os treinos classificatórios que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: Marcas “A”: 1.º) Ruslan Carta Filho (PR), 1min30s185; 2.º) Michel Giusti (SC), 1min30s867; 3.º) Eduardo Berlanda (SC), 1min31s008. Marcas “B”: 1.º) Vinícius Simão/Cláudio Simão (SC), 1min31s137; 2.º) Natan Sperafico (PR), 1min31s759; 3.º) Marcelo Cancelli (SC), 1min32s403. Marcas Sênior: 1.º) Marcos Ramos/José Cordova (PR), 1min30s554; 2.º) Beto Cazuni (PR), 1min31s267; 3.º) Algacir Sermann Filho (PR), 1min34s275. Turismo 5000 “A”: 1.º) Maurício Reuter (SC), 1min24s959; 2.º) Marco Antonio Garcia (PR), 1min24s991; 3.º) Armin Kliewer (SC), 1min25s472. Turismo 1.6 “A”: 1.º) Stive Tokarski (PR), 1min32s136; 2.º) Ruslan Carta Filho (PR), 1min32s247; 3.º) Billy Gabardo/Felipe Lobo (PR/SC), 1min33s076. Turismo 1.6 “B”: 1.º) Mitsui Duzanowski (SC), 1min32s170; 2.º) Felipe Santos/André Gaggini (SC), 1min32s349; 3.º) Ernani Rezende Kunh (SC), 1min32s517.

– Marcas –

Reunindo o maior grid da etapa com 24 carros, a largada da primeira corrida das categorias Marcas “A”, “B” e Sênior, com o pole position Márcio Imagawa mantendo a liderança da prova na primeira volta, seguido de Mário Bonilha, Ruslan Carta Filho, José Cordova, Michel Giusti, Eduardo Berlanda, Davi Dal Pizzol e Rodrigo Pfeifer. A “briga” foi muito boa entre os seis primeiros nas primeiras voltas, com Cordova e Imagawa “brigando” pela liderança até a bandeirada final. Na 13.ª volta, José Cordova assumiu a ponta da corrida para não mais perdê-la. Ao fim de 21 voltas, a vitória na Geral e Marcas Sênior foi de José Cordova, com tempo total de 34min28s557, seguido de Beto Cazuni, a 14s350 e Algacir Sermann Filho, a 25s593. Na Marcas “A” venceu Ruslan Carta Filho, com o tempo de 34min32s739, com Michel Giusti em segundo, a 1s123, Eduardo Berlanda em terceiro, a 1s758, Davi Dal Pizzol em quarto, a 3s621, e, Wanderlei Berlanda Jr em quinto lugar, a 9s857. E na Marcas “B”, vitória de Natan Sperafico, com tempo de 34min48s609, vindo a seguir Vinícius Simão, a 0s800, Fernando Miranda, a 10s578, e em quarto lugar, Adriano Milani, a 33s249.

Na largada da segunda prova das categorias Marcas “A”, “B” e Sênior, Marcos Ramos largou na pole position, mas perdeu a “ponta” da prova, pois seu carro ficou parado no grid, perdendo várias posições. Com isso, Márcio Imagawa assumiu a liderança na primeira volta, seguido de Ruslan Carta Filho, Michel Giusti, Eduardo Berlanda, Davi Dal Pizzol, Lucas Inoue e Wanderlei Berlanda. A grande “briga” do início da prova, na Marcas “A”, foi entre Ruslan Carta Filho, Michel Giusti, Eduardo Berlanda e Davi Dal Pizzol pela liderança da categoria. Boa corrida de recuperação de Valmor Emílo Weiss, que largou da última posição (24.º lugar) e recebeu a bandeirada final em quinto na Geral e terceiro na Marcas “A”. Ao fim de 22 voltas, a vitória na Geral foi de Márcio Imagawa, com tempo total de 33min35s698, Na Marcas “A” venceu Michel Giusti, com tempo total de 33min39s307, seguido de Ruslan Carta Filho, a 2s036, Valmor Emílio Weiss, a 3s724, Luiz Filgueiras, a 14s026, Wanderlei Berlanda, a 21s918, e, Eduardo Berlanda, a 45s814. Na Marcas “B” venceu Natan Sperafico, no tempo total de 33min42s305, com Rafael Bastos em segundo, a 38s432, e, Fernando Miranda em terceiro, a duas voltas. E na Marcas Sênior, vitória de Beto Cazuni, com tempo de 34min19s490, vindo a seguir Marcos Ramos, a 2s708, e, Algacir Sermann Filho, a 7s067. A volta mais rápida das duas provas foi de José Cordova, na 14.ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min30s092, à média de 122,075 km/h.

– Turismo 1.6 –

As categorias Turismo 1.6 “A” e “B”, com 19 participantes, tiveram uma primeira corrida muito disputada nas duas categorias. Na categoria “A”, Stive Tokarski manteve a liderança na largada, seguido de perto Mitsui Duzanowski, Ruslan Carta Filho, André Gaggini, Danny Berte Jr e Felipe Lobo. A “briga” entre os três primeiros durou a prova toda, com os pilotos Tokarski, Duzanowski e Carta Filho andando muito próximos. Duzanowski assumiu a liderança da Geral na 15.ª passagem e Carta Filho passou para o primeiro lugar da categoria “A” na 20.ª volta. Depois de 22 voltas, vitória de Mitsui Duzanowski na Geral e Turismo 1.6 “B”, com tempo total de 34min00s837, seguido de André Gaggini, a 9s916, Rafael Bastos, a 24s199, Willians Peres, a 36s204, Adriano Barbosa, a 38s361, e em sexto lugar, James Schwerdtner, a 1min28s823. Na Turismo 1.6 “A” venceu Ruslan Carta Filho, com tempo de 34min01s311, com Stive Tokarski em segundo, a 0s317, Richard Heidrich em terceiro, a 24s366, Marcelo Cordeiro em quarto, a 39s295, Alexandre Frankemberger em quinto, a 40s121, e Rodrigo Tassi em sexto, a 1min14s764.

Muita disputa também na segunda prova das categorias Turismo 1.6, com Ruslan Carta Filho assumindo a liderança na largada, seguido de perto por Mitsui Duzanowski, Stive Tokarski, Fernando Lira, Richard Heidrich, Adriano Barbosa, Rafael Lupatini, Carlos Vaz, Beto Baú e Billy Gabardo. O carro de Ruslan Carta Filho começou a perder rendimento na oitava volta, caindo para o 12.º lugar. Mas o piloto consegui se manter na pista e recuperou três posições. Boa corrida de Billy Gabardo, que largou da 14.ª oisuções e recebeu a bandeirada final em quinto lugar na Geral. Ao fim de 22 voltas, vitória de Stive Tokarski na Geral e na Turismo 1.6 “A”, com tempo total de 34min16s401, seguido de Richard Heidrich, a 7s789, Beto Baú, a 12s251, Billy Gabardo, a 14s632, Ruslan Carta Filho, a 47s970, e em sexto lugar, Rafael Lupatini, a 49s660. Na Turismo 1.6 “B”, vitória de Mitsui Duzanowski, com tempo de 34min17s158, com Danny Berte Jr em segundo, a 34s064, Daniel Bastos em terceiro, a 36s196, Willians Peres em quarto, a 38s079, James Schwerdtner em quinto, a 59s701, e, Júnior Niju em sexto, a 1min18s490. Felipe Lobo marcou a volta mais rápida das duas provas, na 8.ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min31s649, à média de 120,001 km/h.

– Turismo 5.000 –

Na primeira corrida da categoria Turismo 5000, de 20 minutos mais duas voltas, teve oito participantes e boas disputas apesar de poucos carros. O pole position Maurício Reuter manteve a liderança na largada e passou a abrir vantagem para os demais concorrentes. Marco Antonio Garcia perdeu a segunda posição para Armin Kliewer na largada, mas recuperou-se duas voltas depois, consolidando-se na segunda posição, seguido de perto por Armin Kliwer. No segundo “pelotão” a briga era boa entre Richard Heidrich, Marco Aurélio Garcia, Anderson Andrade e Rubens Kliewer. Ao fim de 16 voltas, vitória de Maurício Reuter na Turismo 5.000, com tempo de 22min55s314, seguido de Marco Antonio Garcia, a 2s799, Armin Kliewer, a 5s467, Richard Heidrich, a116s169, Marco Aurélio Garcia, a 23s709, e, Odair Costa Jr, a 28s350.

A segunda prova da categoria Turismo 5000, que largou com o grid invertido foi repleta de emoção até a bandeirada final. Na largada, o pole position Anderson Andrade perdeu a liderança na primeira volta, para Odair Costa Jr, caindo para a quarta posição. Com oito voltas de corrida, a liderança era de Odair Costa Jr, seguido por Marco Antonio Garcia, Marco Aurélio Garcia, Maurício Reuter, Armin Kliewer, Richard Heidrich e Rubens Kliewer. Na 10.ª volta, Marco Antonio Garcia teve probelmas com seu carro, caindo para a quarta posição. Ao fim de 16 voltas, vitória de Odair Costa Jr, na Turismo 5.000, com tempo de 23min25s236, seguido de Maurício Reuter, a 0s585, Marco Aurélio Garcia, a 0s794, Marco Antonio Garcia, a 1s360, Richard Heidrich, a 1s549, e, Rubens Kliewer, a uma volta. A volta mais rápida das duas provas foi de Marco Antonio Garcia, na 5.ª passagem, com o tempo de 1min25s171, à média de 129.128 km/h.

A sétima etapa do Metropolitano de Curitiba de Marcas e Pilotos 2014 está marcada para os dias 11 e 12 de outubro, no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC).


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)