Triumph lança a Daytona 675 no Brasil

0
Postado 5 de maio de 2014 por bisponeto em Motos
Depois do lançamento bem-sucedido da superesportiva Daytona 675R no mercado brasileiro, em 2013, a Triumph inicia nesta semana as vendas no País da versão mais “comportada” da linha, a Daytona 675. A moto traz o mesmo conjunto mecânico do modelo R (motor tricilíndrico de 675cc, 128 cv e 7,5 kgfm de torque), mas vem com mudanças para deixá-la mais “dócil” no uso urbano e rodoviário. A Daytona R é praticamente u’a moto de pista. Sua suspensão dianteira agora é da marca Kayaba, com garfos invertidos de 41 mm, regulagem da pré-carga, retorno e compressão de alta/baixa velocidade, e curso de 110 mm.

Visualmente, a Daytona 675 se diferencia pelos painéis de preenchimento de carenagem de fibra de carbono (em vez dos painéis pretos do modelo R), além do pára-lama dianteiro também de fibra de carbono. E a posição de pilotagem foi ligeiramente levantada, para que as costas não fiquem tão arqueadas, e incluiu uma pequena redução na altura do banco (agora com 820 mm).

Na traseira, há um amortecedor único com reservatório extra (também da Kayaba), regulagem de amortecimento de pré-carga, retorno e compressão de alta/baixa velocidade e curso de 129 mm. Nos freios dianteiros, os pistões são da marca Nissin e um sistema ABS (de série) que pode ser desligado. Além de alterações nas suspensões, freios e posição de pilotagem, a Daytona 675 chega chega as concessionárias com preço mais baixo: R$ 41.900,00 contra R$ 48.690,00 da esportiva R.

Informa a Triumph que a nova Daytona 675 chega às revendas da marca no Brasil em três cores: Preto Phantom/Grafite, Branco Crystal/Azul Sapphire e Vermelho Diablo/Preto Jet. E mais, a moto está disponível para “test ride” em todas as concessionárias da marca.

TRIUMPH NO BRASIL

A Triumph Motorcycles Brazil é a 10ª subsidiária da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus. A marca conta com 11 concessionárias no Brasil, instaladas nas cidades de Curitiba (PR), São Paulo (SP), Campinas (SP), Goiânia (GO), Ribeirão Preto (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Florianópolis (SC). A marca vendeu cerca de 2.500 motos no País em 2013 e planeja atingir um volume de 3.500 unidades neste ano.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)