JAC J3 S e J3 Turin S 1.5 flex nas revendas

0
Postado 7 de abril de 2014 por bisponeto em Automóveis
Depois da reestilização realizada no ano passado para a linha J3 da JAC, agora é a vez do novo motor flex ser aplicado nos modelos. Com promessa de desempenho mais esportivo, a partir de agora eles se chamam J3 S 1.5 Jet Flex E J3 Turin S 1.5 JET flex e trazem a nova tecnologia bicombustível, desenvolvida em parceria com a Delphi, que dispensa o tanquinho de gasolina.

As faixas decorativas aplicadas na lateral ganharam novas opções. Além disso, as rodas de liga leve aro 15″ com pneus 195/60 ganharam novo desenho. Complementam as mudanças visuais o logo “Jet Flex” que identifica o modelo na tampa do porta-malas. Por dentro, os modelos ganharam costura do volante, bancos, coifa do câmbio e toda a iluminação do painel em cor vermelha. Há também novos pedais e soleiras.

De série oferecem itens como: direção hidráulica, ar-condicionado, CD MP3 player com USB, sensor de estacionamento, volante revestido em couro com comandos multi-função e regulagem de altura, porta-revistas, porta-copos, chave canivete com destravamento remoto das portas, alarme anti-furto, bancos em Black Fabric com ajuste do apoio de cabeça, tomada de 12 volts, luz de leitura e mais uma boa lista de itens de série.

Sob o capô marca presença o motor 1.5 VVT herdado do J5 associado ao câmbio manual de cinco marchas. Ele foi inteiramente retrabalhado para receber a tecnologia “flex fuel”, em conjunto entre os engenheiros da JAC Motors e da Delphi. A potência máxima é de 125 cv a gasolina e 127 cv com etanol, a 6000 rpm, enquanto o torque máximo é de 15,5 kgfm (gasolina) e 15,7 kgfm (etanol), ambos a 4.000 rpm. O novo conjunto mecânico, de acordo com a fabricante, permite aceleração de 0 a 100 km/h em menos de 10 segundos e 200 km/h de velocidade máxima.

“O consumidor brasileiro mostra-se cada vez mais exigente. E sabemos que nossa estréia, em março de 2011, incentivou esse processo, pois os carros vinham completos, sem opcionais e com 6 anos de garantia. Nossas pesquisas apontam que esse consumidor não vê com bons olhos ‘esportivos de enfeite’. Um carro de aparência esportiva precisa, necessariamente, ter um desempenho compatível com sua proposta e uma tecnologia que sustente a essa imagem. Daí o lançamentos dos modelos Jet Flex”, explicou o presidente da empresa, Sergio Habib. Os preços sugeridos são de R$ 39.990,00 (hatch) e R$ 41.690,00 (sedã).


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)