Cingapura: Hamilton quebra e Vetel vence

0
Postado 23 de setembro de 2012 por bisponeto em Automobilismo
Neste domingo (23 de setembro), o piloto Sebastian Vettel da Red Bull aproveitou o abandono do britânico Lewis Hamilton e venceu com tranqüilidade o Grande Prêmio de Cingapura. Diminuindo a vantagem do líder do campeonato (Fernando Alonso), o alemão Sebastian Vettel está de volta à segunda posição do Mundial de Pilotos da Fórmula-1.

Fernando Alonso terminou no terceiro lugar a corrida deste domingo, que curiosamente terminou por tempo e não pelo número de voltas completas. É que a etapa no Circuito de Marina Bay tinha 61 voltas programadas, mas terminou duas antes para não exceder o limite de tempo estabelecido, de duas horas. Vettel cruzou a linha de chegada após 2h00min26s144 na primeira posição.

A longa duração da prova se explica pelas duas entradas do “safety car”, que foi acionado após erro do indiano Narain Karthikeyan, que bateu sua HRT no muro; e após acidente envolvendo o alemão Michael Schumacher, da Mercedes, e o francês Jean-Éric Vergne, da Toro Rosso.

A PROVA

Lewis Hamilton começou a prova sem problemas e não foi ameaçado por Maldonado na largada. Vetel largou em terceiro, e superou o venezuelano Pastor Maldonado, da Williams, na largada e vinha em segundo lugar até a 23ª volta, quando o líder Hamilton abandonou devido a problema na caixa de câmbio. A desistência do inglês facilitou o trabalho de Vettel, que passou a dominar a prova sem ser ameaçado pelo segundo colocado, Jenson Button. Alonso, que largou no quinto lugar, ainda subiu ao pódio, enquanto que Maldonado abandonou a prova com problema hidráulico na 37ª volta.

Quem também não se deu bem foi Felipe Massa, que teve o pneu de sua Ferrari furado devido a toque da Caterham do russo Vitaly Petrov e caiu para a última posição. Com isso, foi obrigado a entrar nos boxes. A partir da terceira volta, Hamilton e Vettel começaram a abrir boa vantagem para o restante do pelotão. A partir da 12ª volta, os primeiros colocados começaram a fazer suas paradas, trocando os pneus supermacios pelos macios. Como ninguém teve problemas, a ordem da corrida não foi alterada, e Hamilton e Vettel continuaram dominando a prova.

Isso até a 23ª volta, quando Lewis Hamilton teve problemas em seu carro, perdendo todas as marchas, e foi ficando lento até parar. O piloto inglês saiu andando desolado pela pista, enquanto Vettel assumia a liderança, seguido por Jenson Button. Então grande “briga” ocorreu entre Maldonado e Alonso. A disputa passou a valer o terceiro lugar da corrida. Após pararem juntos nos boxes na 30ª volta, a diferença entre eles praticamente deixou de existir e o piloto espanhol iniciou uma perseguição implacável ao rival, chegando a colocar o carro de lado na 33ª volta, mas sem sucesso.

Na 44ª volta, Felipe Massa protagonizou uma das ultrapassagem de mais destaque na corrida. Em uma “briga” de brasileiros, ele partiu para cima de Bruno Senna. Foi prensado contra o “guard rail”, mas conseguiu segurar o carro no braço e assumiu a nona colocação. Duas voltas depois, Massa conseguiu a ultrapasagem sobre Daniel Ricciardo. Depois disso, o único momento relevante foi a ultrapassagem de Mark Webber sobre Bruno Senna a sete minutos do final para assumir a décima colocação e tirar o brasileiro da zona de pontuação.

Com o resultado, o espanhol manteve boa vantagem na liderança do Mundial: ele soma agora 194 pontos, contra 165 do alemão. Sexto colocado neste domingo, o finlandês Kimi Raikkonen coleciona 149 pontos. E Hamilton segue com 142 pontos. A próxima etapa da Fórmula-1 será realizada no dia 7 de outubro, em Suzuka, no Japão. Este será a 15ª corrida das 20 programadas no calendário de 2012.

Resultado final do Grande Prêmio de Cingapura:

1.º) Sebastian Vettel (ALE/Red Bull-Renault), 2h00min26s144 ;
2.º) Jenson Button (GBR/McLaren-Mercedes), a 8s959;
3.º) Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 15s227;
4.º) Paul Di Resta (GBR/Force India-Mercedes), a 19s063;
5.º) Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 34s759;
6.º) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault), a 35s700;
7.º) Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault), a 36s600;
8.º) Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 42s800;
9.º) Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso-Ferrari), a 45s800;
10.º) Sérgio Perez (MEX/Sauber-Ferrari), a 50s600;
11.º) Mark Webber (AUS/Red Bull-Renault), a 47s100;
12.º) Timo Glock (ALE/Marussia-Cosworth), a 1 volta;
13.º) Kamui Kobayashi (JAP/Sauber-Ferrari), a 1 volta;
14.º) Niko Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes), a 1 volta;
15.º) Charles Pic (FRA/Marussia-Cosworth), a 1 volta;
16.º) Heikki Kovalainen (FIN/Caterham-Renault), a 1 volta;
17.º) Pedro de la Rosa (ESP/HRT-Cosworth), a 1 volta;
18.º) Brunno Senna (BRA/Williams-Renault), a 2 voltas; e
19.º) Vitaly Petrov (RUS/Caterham-Renault), a 2 voltas.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)