Audi DTCC: Interlagos consagra título de João Gonçalves e Marçal Mello em 2012

0
Postado 18 de setembro de 2012 por bisponeto em Automobilismo
A temporada 2012 da Audi DTCC foi encerrada dentro de um dos maiores eventos do automobilismo brasileiro. A categoria, única monomarca no mundo apoiada pela fabricante alemã, teve as duas últimas provas do ano disputadas como preliminares do FIA Endurance World Championship – o Campeonato Mundial de Endurance – no domingo (16/9) e consagrou a dupla formada por João Gonçalves e Marçal Mello como campeã.

A decisão do título foi marcada por duas corridas intensamente disputadas pelos pilotos na última sexta-feira – uma vez que a programação do sábado em Interlagos foi tomada em sua maior parte pela corrida de seis horas do WEC.

A primeira corrida terminou com a primeira vitória da dupla Leandro Braghin e William Freire na temporada, e deixou a decisão do título para a última prova do ano – com Adolpho Rossi/Willians Farias apenas um ponto à frente de Elias Júnior.

Os líderes da temporada acabaram sendo, justamente, os protagonistas do lance que definiu o campeonato na corrida de encerramento do ano. A disputa direta pelo título, na qual quem chegasse na frente seria campeão, originou uma disputa por posição entre Elias Júnior e Adolpho Rossi. Em uma tentativa de ultrapassagem, os dois carros se envolveram em um incidente que causou o abandono do piloto carioca e a desclassificação de Rossi, conforme decisão da direção de prova.

Com os dois primeiros da classificação fora dos pontos na corrida decisiva, o quarto lugar de Marçal Mello – que correu a maior parte da temporada em dupla com João Gonçalves – garantiu ao carro número 82 o título da Audi DTCC em 2012. Eles chegaram aos 119 pontos, contra 117 de Rossi e Farias e 116 de Elias Júnior e Sérgio Alves.

“Confesso que esse título acabou sendo uma surpresa para nós. Na etapa anterior, disputada aqui mesmo em Interlagos, nós tivemos alguns problemas que nos deixaram para trás nos pontos. Por isso não tínhamos tantas chances nessa última etapa. Além disso, nossas corridas foram difíceis, mas acho que a regularidade fez a diferença”, comentou João Gonçalves, campeão mundial de kart que conquistou seu primeiro título no automobilismo depois de passar pela GT4 em 2011.

“Só tenho a agradecer ao Banco BVA pelo apoio durante toda a temporada, ao Marçal pela oportunidade e pela confiança no meu trabalho ao me convidar para correr, e ao Vanuê Faria, que cedeu a vaga dele no carro para que eu disputasse a temporada”, completou o paulista. Seu companheiro de equipe, Marçal Mello, também conquistou o primeiro título no automobilismo.

“Já tinha corrido de GT e a experiência na Audi DTCC foi excelente. Estou muito feliz pelo título e quero agradecer ao Vanuê, que esteve comigo na primeira vitória do ano, e ao João, claro, que é um dos melhores pilotos que eu já vi e se tornou, acima de tudo, um grande amigo meu fora das pistas também”, avaliou Mello.

O vice-campeonato ficou com outra dupla que apostou na regularidade durante a temporada 2012. Adolpho Rossi e Willians Farias subiram ao pódio em praticamente todas as etapas do ano e chegaram para a etapa decisiva como líderes do campeonato.

“Foi uma temporada difícil, mas que no final terminou com um resultado excelente”, definiu Willians Farias. “Esse ano foi a receita da regularidade. Em quase todas as corridas nós estivemos no pódio e isso fez a diferença para que chegássemos na última etapa com um ponto de vantagem e terminássemos com o vice-campeonato”, completou Adolpho Rossi.

A etapa em São Paulo marcou, também, o fim de um ciclo na história da competição. A partir de 2013, a Driver, empresa responsável pela organização e promoção da Audi DTCC (Driver Touring Car Cup) deixa o comando da categoria.

“A Audi e a Eurobike provavelmente darão continuidade ao campeonato com esses carros, mas nós da Driver, deixamos a organização para encarar novos projetos e novos desafios a partir do ano que vem. Só temos a agradecer a todo o apoio que a fábrica e o concessionário nos deram nesses dois anos. Agradecer também à MC Tubarão pelo trabalho na preparação dos carros e a todos os pilotos que fizeram parte desse evento que sempre nos encheu de orgulho”, finalizou Dennis Rolim, diretor da Driver.

Veja como terminaram as corridas da quinta etapa da Audi DTCC 2012 e como ficou a classificação da temporada:
Corrida 1:
1.º) Leandro Braghin/William Freire, 13 voltas em 27m11s136;
2.º) Elias Júnior, a 0s878;
3.º) Fábio Vianna, a 14s766;
4.º) Caíto Vianna, a 14s918;
5.º) Adolpho Rossi/Willians Farias, a 15s283;
6.º) Marçal Mello/João Gonçalves, a 17s836;
7.º) Elias Azevedo, a 19s419;
8.º) Sérgio Alves, a 19s739;
9.º) Daniel Daroz, a 21s239;
10.º) Leandro Ferrari, a 21s308;
11.º) Alline Cipriani, a 23s124;
12.º) Vanuê Farias, a 28s380;
13.º) Felipe Gama, a 28s411;
14.º) Ricardo Landi/André Accioly, a 39s614; e
15.º) Samuel Neto/Luiz Arruda, a 53s061.
Melhor volta: Leandro Braghin – 1m58s146, na 4ª volta.

Corrida 2:
1.º) Sérgio Alves, 14 voltas em 28m10s668;
2.º) Caíto Vianna, a 1s389;
3.º) Felipe Gama, a 5s746;
4.º) Marçal Mello/João Gonçalves, a 6s528;
5.º) Elias Azevedo, a 9s860;
6.º) Alex Fabiano/Paulo Gomes, a 13s222;
7.º) Leandro Braghin/William Freire, a 19s948;
8.º) Fábio Vianna, a 15s036;
9.º) Ricardo Landi/André Accioly, a 15s448;
10.º) Vanuê Farias, a 26s503;
11.º) Daniel Daroz, a 30s588;
12.º) Samuel Neto/Luiz Arruda, a 42s421;
13.º) Elias Júnior, a 5 voltas.
Melhor volta: Felipe Gama – 1m58s703 na 6ª volta.

Classificação do campeonato:
1.º) Marçal Mello/João Gonçalves, 119 pontos;
2.º) Adolpho Rossi/Willians Farias, 117;
3.º) Elias Júnior/Sérgio Alves, 116;
4.º) Felipe Gama, 109;
5.º) Elias Azevedo, 108;
6.º) Henry Visconde/Ricardo Landi/André Accioly, 89;
7.º) Pedro Queirolo/Leandro Ferrari, 83;
8.º) Daniel Daroz/Caíto Vianna, 73;
9.º) Rennan Reis/Leandro Braghin/William Freire, 64; e
10.º) Fábio Vianna, 63.

Mais informações acesse www.audi-imprensa.com.br.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)