Volks terá novo subcompacto e sedã médio

0
Postado 9 de julho de 2012 por bisponeto em Automóveis
Nesta segunda-feira (9/7), o BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – aprovou um empréstimo de R$ 342 milhões para a Volkswagen do Brasil. O valor será usado para o desenvolvimento de dois novos modelos nacionais além da reestilização de outros veículos e a implantação projetos sociais em torno de suas fábricas no ABC paulista e no Paraná.

O comunicado do banco governamental não especificou detalhes do investimento nem mesmo prazos para sua execução, apenas informa que os dois novos automóveis serão um “subcompacto” e um “sedã médio”. Sobre o subcompacto, sabe-se que a Volkswagen quer lançar um modelo barato, abaixo do Gol, e que será produzido em Taubaté (SP), unidade que receberá investimentos da empresa.

Embora a montadora alemã negue, acredita-se que o veículo será uma versão do Up!, um compacto que substituiu o Fox na Europa. Outro dado que coincide com o anúncio é o fato de o empréstimo servir para o desenvolvimento de “novos motores, em linha com o que será oferecido na Europa”, diz o comunicado do BNDES. Recentemente, o fornecedor Röchling Automotive, revelou que produzirá peças para um motor 1.0 de 3 cilindros usado pelo up! E que será fabricado no Brasil .

Sobre o sedã médio pairam algumas dúvidas. A Volkswagen lançou há pouco mais de um ano o novo Jetta, modelo que é fabricado no México. Com a restrição de importação de produtos vindos desse país, cresce a possibilidade de a marca alemã criar uma linha de montagem no Brasil, porém, há fortes rumores que ela está desenvolvendo um modelo inédito por aqui, que seria baseado num sedã chinês e ficaria posicionado entre o Voyage e o próprio Jetta.

Parece que a idéia é lançar no mercado um sedã espaçoso, porém, de custo mais baixo, para enfrentar modelos como o Fiat Grand Siena e o Chevrolet Cobalt, além de substituir o defasado Polo Sedan. O anúncio chega em boa hora para a Volkswagen. A montadora é a vice-líder do mercado brasileiro, mas tem tido sérias dificuldades em renovar sua linha, ao contrário das rivais diretas. A exceção será o Gol e o Voyage reestilizados, que chegam ao mercado em agosto.

Além disso, o banco informa que o empréstimo inclui investimento em dois projetos sociais desenvolvidos pela Fundação Volkswagen. O primeiro é o Costurando o Futuro, que capacita moradores de baixa renda no entorno das fábricas da VW em São Bernardo do Campo (SP), onde é realizado, e São José dos Pinhais (PR), por meio do trabalho em oficinas de costura e confecção. O outro é o Aceleração da Aprendizagem, realizado em Resende (RJ) -onde a Volkswagen possui a fábrica de caminhões MAN- e em outros municípios, que será ampliado para o Espírito Santo.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)