Veículos: produção cai e vendas sobem

0
Postado 6 de julho de 2012 por bisponeto em Automóveis
O primeiro semestre do ano fechou no meio termo. A produção de veículos (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) no Brasil somou 273.579 unidades em junho, queda de 2,6% frente às 280.768 de maio. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (5/7) pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Na produção a queda foi de 9,4%. Ou seja, o desempenho dos primeiros meses de 2011, foi melhor, com 1.714.767 unidades produzidas, ante 1.553.278 veículos fabricados. Em relação a maio deste ano contra junho, a queda é 2,6%, em números 280,8 unidades fabricadas no mês das noivas, ante 273,6 veículos fabricados no mês das festas juninas.

Porém, sempre entra existe um crescimento. E esse crescimento foi graças ao IPI reduzido, que alavancou as vendas no mês passado. Em relação a maio foi de 22,9% de crescimento, foram emplacados 352.200 carros, contra 287.465 de maio. No acumulado, houve uma pequena queda de 1,2%. De janeiro a junho deste ano foram vendidos 1,72 milhão de carros, contra 1,74 milhão.

As exportações também registraram oscilações, e por conta disso, a queda foi de 12,2% no acumulado, foram 223.154 veículos exportados contra 254.121 do mesmo período no ano passado. O estoque assim como as vendas do semestre vai bem. Em relação ao estoque nas fábricas, foi registrado 7 dias. E nas concessionárias está em 22 dias. Ao todo 29 dias.E com tanto vai e vem de números, a Anfavea preferiu não fazer nenhuma projeção antes do fim do IPI baixo, que acaba dia 31 de agosto. a Anfavea também apontou forte alta no número de licenciamentos, puxada pelo desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

De acordo com as montadoras, o segmento de carros foi o único a obter aumento mensal e anual nos emplacamentos, crescendo, respectivamente, 24,2% e 18,7%. “Foi o melhor junho da história e o segundo melhor mês de todos os tempos [perdendo apenas para dezembro de 2010”, comemorou o presidente da Anfavea, Cledorvino Belini. A média diária de vendas de carros foi de 17.031 contra 12.300 em maio. “Em junho, a média diária subiu 38%, ou 4,6 mil carros ao dia, sobre o que vínhamos registrando entre janeiro e maio”, completou o executivo, que também é presidente da Fiat Automóveis.

Na expectativa de que a economia se reaqueça no segundo semestre, Beline disse que a Anfavea não conta com a prorrogação do desconto no IPI, que termina em 31 de agosto. As exportações de veículos tiveram crescimento em junho, com 36.001 unidades, quantia 34,8% maior que a de maio, quando 26.700 foram enviadas para fora do Brasil.

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)