Allam Khodair vence a última prova da Stock Car em Jacarepaguá

0
Postado 15 de julho de 2012 por bisponeto em Automobilismo
O paulista Allam Khodair (SER-Glass Vogel) entrou para a história do automobilismo brasileiro ao faturar a 6ª etapa da Copa Caixa Stock Car, aquela que promete ser a última corrida da categoria no autódromo de Jacarepaguá, que será demolido em breve por causa de obras visando os Jogos Olímpicos do Rio-2016. Saindo da pole position após a desclassificação de Cacá Bueno (Red Bull Racing) do treino classificatório, Khodair liderou a prova de ponta a ponta. Um fim de semana (14 e 15/7) perfeito para o piloto que alcançou sua 5ª vitória na Stock Car, diante de 35 mil pessoas no autódromo. Thiago Camilo (Ipiranga Racing) teve um final de prova arrasador e subiu ao pódio em segundo, à frente do campeão de 2008 Ricardinho Maurício (Eurofarma RC).
“Foi perfeito. Realmente acho que é a melhor maneira para definir o fim de semana. Estou muito feliz por um lado, mas triste por outro… Um autódromo como esse, o segundo em história do nosso país, na cidade mais turística do Brasil não poderia acabar. É uma pena que a história toda será finalizada dessa forma”, lamentou o piloto do carro n.º 18 e dono de três poles até agora na temporada 2012. “Por outro lado, estou muito feliz, porque estamos largando várias vezes na frente, e a gente tirou a zica com a vitória, porque não marquei pontos em 3 provas nesta ano, mas iremos atrás sempre.”
Comandado por um dos chefes de equipe mais tradicionais do automobilismo, o carioca Mauro Vogel, Khodair declarou sua gratidão ao trabalho do seu time. “A gente ganhou e o Mauro é o chefe de equipe com muita história no Brasil, eu não tinha vencido com ele ainda em dois anos, sempre batendo na trave com três poles… Mas fico ainda mais feliz por saber como as pessoas estão com a gente nos momentos de dificuldade. Estava triste depois das corridas no domingo, e recebia muita mensagem de apoio, então, quando você ganha, é com muita gente apoiando. É por isso também que estou muito feliz”, explicou o piloto da SER-Glass Vogel.
Destaque da prova foi Thiago Camilo. Largando da quarta posição, ele caiu um pouco na largada (foi para 8º lugar e cruzou a primeira volta em 7º), mas fez um prova agressiva, como é sua característica, com ultrapassagens nas últimas voltas, e foi premiado com o segundo lugar. Com isso, chegou aos 72 pontos, pulando da 10ª à 5ª posição na tabela de classificação.
“Antes de Londrina trabalhamos muito nos carros. A partir de então, a gente já conseguiu melhorar a classificação, acabei lá em quarto… Aqui para o Rio, trabalhamos nesse sentido e evoluímos. Esse pódio mostra que voltei à briga pelo título, mas sei que ainda falta muito. Só estou triste pelo autódromo, porque o público carioca merece ter uma pista aqui, isso ficou provado hoje”, declarou o piloto do carro n.º 21.
Quem começou bem, mas perdeu rendimento da metade ao final da prova foi o terceiro colocado Ricardo Maurício. “Foi um fim de semana positivo. A gente veio tentando evoluir o carro, fomos para um caminho que não deu muito certo e, com isso, perdemos um pouco de tempo e ficamos atrasados com relação aos ponteiros. Consegui largar entre os 10, fiz uma boa largada. O ritmo da corrida era razoável, até acompanhei o Allam em algumas voltas e quando o Max (Wilson) estava atrás de mim ele deu uma forçada no ritmo e tive de fazer o mesmo. Acho que foi ai que os pneus desgastaram demais e no final ficou difícil de segurar. Foi bom, estamos em terceiro, falta uma vitória ainda mas estamos em busca dela”, disse o campeão de 2008, da Eurofarma RC.
Cacá Bueno largou em 30º lugar, depois que a vistoria técnica apontou irregularidades no sistema de freio do seu carro, fez uma prova de recuperação e chegou em 8º lugar. Assumiu assim a liderança da classificação, com 99 pontos. Daniel Serra, também desclassificado da tomada de tempos, saiu da 31ª posição para receber a bandeirada em 13º, mas mesmo assim conseguiu segurar a vice-liderança da classificação, quatro pontos atrás de Cacá e 2 na frente de Ricardo Maurício, o terceiro após seis corridas do calendário.
Agora, a Copa Caixa Stock Car fará uma pausa de quase 40 dias até a disputa da 7ª etapa do ano, que será nas ruas da cidade de Salvador, no 4º GP Bahia, dia 26 de agosto.

Resultado da 6ª etapa:

1.º) Allam Khodair, SER-Glass Vogel Motorsport (Chevrolet) – 30 voltas, em 42min08s133;
2.º) Thiago Camilo, Ipiranga RCM (Chevrolet) – a 9s931;
3.º) Ricardo Maurício, Eurofarma RC (Chevrolet) – a 14s130;
4.º) Antonio Pizzonia, Comprafacil JF (Peugeot) – a 16s238;
5.º) Max Wilson, Eurofarma RC (Chevrolet) – a 17s700;
6.º) Nonô Figueiredo, Mobil Super Pioneer Racing (Chevrolet) – a 26s027;
7.º) Denis Navarro, Neoquimica Vogel Motorsport (Chevrolet) – a 33s304;
8.º) Cacá Bueno, Red Bull Racing (Chevrolet) – a 34s043;
9.º) Duda Pamplona, Officer ProGP (Chevrolet) – a 34s684;
10.º) Pedro Boesel, Comprafacil JF (Peugeot) – a 35s845;
11.º) Julio Campos, Carlos Alves Competições (Peugeot) – a 36s829;
12.º) Popó Bueno, Linea Sucralose Racing Team (Chevrolet) – a 37s244;
13.º) Daniel Serra, Red Bull Racing (Chevrolet) – a 37s923;
14.º) Valdeno Brito, Shell Racing (Peugeot) – a 39s240;
15.º) Galid Osman, BMC Racing (Chevrolet) – a 43s210;
16.º) Lico Kaesemodel, Credipar RCM (Chevrolet) – a 43s805;
17.º) Ricardo Sperafico, Prati-Donaduzzi Racing (Peugeot) – a 44s075;
18.º) Vitor Meira, Officer ProGP (Chevrolet) – a 46s591;
19.º) David Muffato, Itaipava Racing Team (Peugeot) – a 50s815;
20.º) Eduardo Leite, Hot Car Competições (Chevrolet) – a 55s388;
21.º) Marcos Gomes, Medley Fulltime (Peugeot) – a 56s222;
22.º) Xandinho Negrão, Medley Fulltime (Peugeot) – a 1min01s385;
23.º) Tuka Rocha, BMC Racing (Chevrolet) – a 1min03s687;
24.º) Ricardo Zonta, Linea Sucralose Racing (Chevrolet) – a 1min19s918;
25.º) Alceu Feldmann, Shell Racing (Peugeot) – a 1 volta;
26.º) Patrick Gonçalves, Carlos Alves Competições (Peugeot) – a 1 volta;
27.º) Claudio Capparelli, Bassani Racing (Peugeot) – a 2 voltas.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)