GP da Europa de F-1: simplesmente fantástico

0
Postado 25 de junho de 2012 por bisponeto em Automobilismo
O Grande Prêmio da Europa de Formula-1 de domingo (24/6) foi fantástico e certamente entrou para a história do mundo da velocidade. Teve batidas, quebras e ultrapassagens arrojadas. Enfim, tudo para ser considerado um dos melhores desta temporada.

Um deles foi o pódio. Definido somente nas últimas voltas da corrida, por causa dos problemas de Vettel, Hamilton e Maldonado, o pódio formado na corrida deste domingo parecia impossível se pensado na classificação do último sábado: Alonso, vencedor da prova, largou em 11º, Kimi Raikkonen, segundo colocado, saiu da 5ª posição e Michael Schumacher, terceiro, largou em 12º lugar

Assim formou-se, em Valência (Espanha), um pódio que, além de inesperado, foi multicampeão. Contando os dois títulos de Fernando Alonso (2005 e 2006), com o de Kimi Raikkonen (2007) e os sete de Michael Schumacher (1994, 19995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004), os três primeiros colocados do Grande Prêmio da Europa deste ano somam dez títulos mundiais.

Primeiro piloto a vencer duas corridas nesta temporada, Fernando  Alonso ficou muito emocionado após a histórica vitória. “Talvez seja a vitória mais bonita da minha carreira, um pouco como quando venci o Grande Prêmio da Espanha em Barcelona em 2006″, disse o piloto espanhol.”De qualquer forma, do ponto de vista emocional é a mais bonita, porque foi diante de meu público e em uma Ferrari”, completou o bicampeão mundial.

E Felipe Massa não se livrou do inferno astral. O brasileiro fazia uma corrida apenas regular neste domingo quando se envolveu numa batida com Kobayashi e teve a corrida de recuperação comprometida. Terminou em 16º lugar e viu seu companheiro Fernando Alonso vencer de maneira espetacular o GP da Europa 2012.

Famoso pela frieza e inteligência atrás do volante, o heptacampeão mundial Michael Schumacher, afirmou que não sabia que estava na terceira colocação. “É um momento muito especial. Quando atravessei a linha de chegada, não tinha nem idéia de minha posição, porque estive muito ocupado nas últimas voltas”, disse o alemão, de 43 anos, que voltou a subir no pódio após sua breve aposentadoria de três anos (de 2007 a 2009) e seu retorno em 2010 com a Mercedes Benz. E Schumacher completou dizendo: “São por corridas como esta que amamos a Fórmula-1”.

 

– Resultado do GP da Europa –

1.º) Fernando Alonso (ESP/Ferrari);

2.º) Kimi Raikkonen (FIN/Lotus);
3.º) Michael Schumacher (ALE/Mercedes);
4.º) Mark Webber (AUS/Red Bull);
5.º) Nico Hulkenberg (ALE/Force India);
6.º) Nico Rosberg (ALE/Mercedes);
7.º) Paul Di Resta (ESC/Force India);
8.º) Jenson Button (ING/McLaren);
9.º) Sergio Pérez (MEX/Sauber);
10.º) Pastor Maldonado (VEN/Williams);
11.º) Bruno Senna (BRA/Williams);
12.º) Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso);
13.º) Vitaly Petrov (RUS/Caterham);
14.º) Heikki Kovalainen (FIN/Caterham);
15.º) Charles Pic (FRA/Marussia);
16.º) Felipe Massa (BRA/Ferrari);
17.º) Pedro de la Rosa (ESP/Hispania); e
18.º) Narain Karthikeyan (IND/Hispania).

– Classificação do Mundial de F1 –

Pilotos: 1.º) Fernando Alonso, com 111 pontos; 2.º) Mark Webber, 91; 3.º) Lewis Hamilton, 88; 4.º) Sebastian Vettel, 85; 5.º) Nico Rosberg, 75; 6.º) Kimi Raikkonen, 73; 7.º) Romain Grosjean, 53; 8.º) Jenson Button, 49; 9.º) Sergio Pérez, 39; 10.º) Pastor Maldonado, 30; 11.º) Paul Di Resta, 27; 12.º) Kamui Kobayashi, 21; 13.º) Nico Hulkenberg, 17; 14.º) Michael Schumacher, 17; 15.º) Bruno Senna, 15; 16.º) Felipe Massa, 11; 17.º)  Jean-Eric Vergne, 4; e em 18.º) Daniel Ricciardo, 2.

Construtores: 1.º) Red Bull-Renault, 176 pontos; 2.º) McLaren-Mercedes, 137; 3.º) Lotus-Renault, 126; 4.º) Ferrari, 122; 5.º) Mercedes, 92; 6.º) Sauber-Ferrari, 60; 7.º) Williams-Renault, 45; 8.º) Force India-Mercedes, 44; e em 9.º) Toro Rosso-Ferrari, 6.


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)