Ford se preocupa com motoristas idosos

0
Postado 26 de junho de 2012 por bisponeto em Automóveis
A Ford não quer ser apenas uma fabricante de automóveis, mas também, uma empresa que se preocupa com a saúde dos seus clientes, especialmente os da terceira idade. Ao reconhecer o envelhecimento da sociedade mundial, pesquisadores da Ford estão desenvolvendo novos recursos que ajudarão os motoristas com pouca mobilidade ou numa crise cardíaca e em outros distúrbios do corpo.

Fundado em 1994, o Centro de Pesquisa e Engenharia Avançada da Ford, em Aachen, Alemanha, desempenha um papel crucial no desenvolvimento de produtos de alta tecnologia e colabora com fornecedores, instituições e universidades em todo o mundo para se certificar de que cada modelo Ford atende às demandas e necessidades de uma população em constante mudança.

Uma nova realidade virtual esta sendo desenvolvida com a confecção de “trajes de terceira idade” que simulam o restrito movimento e agilidade dos motoristas. O objetivo é construir um assento que registre a freqüência cardíaca que, através de sensores de contato, podem fornecer alerta sobre problemas cardiovasculares e, assim, criar potencial para reduzir o risco de ataques cardíacos ao volante. A simulação das condições do motorista através do “traje”, permite uma melhor compreensão dos desafios de mobilidade enfrentados por pessoas de qualquer idade.

Diversos recursos permitem avaliar as dificuldades de dirigir com limitações de movimentos. O traje inclui sensores do tipo “espartilhos” que restringem os movimentos da parte superior do corpo. Outros recursos limitam a flexibilidade do quadril, dos joelhos, cotovelos e pés e um colar rígido, reduz os movimentos da cabeça. A eficácia e qualidade dos interiores de veículos já podem ser testados na fase da construção de protótipos, facilitando a observação dos engenheiros em relação à interação de motorista e passageiros em um ambiente de realidade virtual chamado CAVE (Cave Automatic Virtual Environment).

O objetivo da Ford é integrar os novos recursos ao sistema Sync de  conectividade, já utilizado em mais de 4 milhões de veículos da marca. Isso poderia abrir a possibilidade de se acionar o telefone celular do motorista para enviar uma mensagem de voz para familiares e centros médicos que poderão analisar os dados e aconselhar o condutor sobre o que deve fazer nos próximos momentos e registrar a localização do automóvel. O procedimento oferecido pelo sistema poderá acionar, imediatamente, equipes de resgate e colaborar para salvar vidas.

 


0 Commentarios



Seja o primeiro a comentar!


Deixe uma resposta


(obrigatório)